Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Binder, Fenati e Kent e o que podia ter sido

Binder, Fenati e Kent e o que podia ter sido

Brad Binder e Danny Kent colidiram no domingo em Phillip Island na penúltima volta com o pódio à vista, enquanto Romano Fenati também viu as possibilidades de pódio esfumarem-se numa queda tardia.

O trio esteve envolvido na luta no grupo de nove pilotos na frente da corrida australiana e cada um deles parecia ter ritmo para se bater pelo pódio com Jack Miller, Alex Márquez e Alex Rins.
 
Fenati foi ao chão na penúltima volta, à saída do Southern Loop, com Efrén Vázquez muito próximo e o italiano não conseguiu terminar a corrida. Fenati estava em busca do sétimo pódio de 2014, mas não conseguiu e Vázquez foi penalizado com um ponto pelo papel que desempenhou na queda.
 
Fenati, da SKY Racing Team VR46, comentou: “Estava a fazer uma boa corrida e na Curva 1 fui eu que tive mais coragem para manter a aceleração. Depois o Vázquez bateu-me por trás, mas as corridas são assim. Até esse momento estavam todos na luta, o último piloto do grupo por vezes passava para a frente na primeira curva e noutras vezes o líder perdia posições. Estava a divertir-me muito, houve muitas ultrapassagens. O Jack fez uma grande corrida, está de parabéns porque rodou muito bem. Se não tivesse caído teria algo a dizer.”
 
Binder (Ambrogio Racing) e Kent (Red Bull Husqvarna Ajo) caíram juntos duas curvas depois, com Binder em particular a mostrar que tinha ritmo e estratégia para lutar até mesmo para vitória. Ele voltou à moto para terminar em 15º, enquanto Kent foi 20º.
 
O sul-africano tinha chegado a rodar em segundo pouco antes do incidente e explicou: “Não sei bem o que aconteceu, mas alguém me bateu. Estávamos quase no final da corrida e fiquei convencido que podia ter saboreado o champanhe. Já tinha tentado um final ao sprint e vi que o podia fazer, contra todos. Foi uma dura luta. Mas temos de concluir o trabalho, pelo que isto é doloroso. Vamos voltar à pista e temos de estar prontos para a próxima. Vou voltar a dar o máximo em Sepang.”
 
Kent acrescentou: “Trabalhámos muito durante o fim‑de‑semana e foi uma pena a forma como tudo terminou. No incidente, Jack [Miller] ultrapassou-me por dentro e, quando abri um pouco, colidi com o Binder e caí. Foi frustrante porque estávamos a andar muito bem e podia ter lutado por mais um pódio. Agora temos de nos concentrar na Malásia."

Tags:
Moto3, 2014, TISSOT AUSTRALIAN GRAND PRIX, Romano Fenati, Danny Kent, Brad Binder, Red Bull Husqvarna Ajo, SKY Racing Team VR46, Ambrogio Racing

Outras actualizações que o podem interessar ›