Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Rossi em vantagem na segunda posição e Márquez de olhos noutra vitória

Rossi em vantagem na segunda posição e Márquez de olhos noutra vitória

Depois da queda do Campeão do Mundo de MotoGP™ de 2014 no domingo, na Austrália, Valentino Rossi teve a oportunidade de assinar a segunda vitória do ano. Agora o espanhol da Repsol Honda só pensa em novo triunfo em Sepang.

Foi a fome de vitórias de Márquez que o levou à revalidação do ceptro em estilo com dez vitórias nas dez primeiras corridas do ano, mas desde essa altura só ganhou mais uma corrida, em Silverstone, e está à quatro jornadas sem subir ao mais alto do pódio. Márquez ainda tem a possibilidade de igualar – e eclipsar – o recorde de Mick Doohan de maior número de vitórias numa só época da categoria rainha que remonta a 1997.
 
No ano passado em Sepang Márquez foi segundo na corrida, atrás do colega de equipa Dani Pedrosa, e agora quer fazer melhor.
 
Outro piloto que sabe muito bem o que é vencer o impressionante nove vezes Campeão do Mundo da Movistar Yamaha MotoGP, Valentino Rossi, que deliciou os adeptos em Phillip Island com o 82º triunfo na categoria rainha naquela que foi a sua 250ª prova na classe principal dos Grandes Prémios.
 
Foi também a 108ª vitória de Rossi em todas as categorias e os 25 pontos da Austrália ajudaram-no a isolar-se na segunda posição do Campeonato do Mundo. Rossi soma mais oito pontos que Lorenzo na luta pelo vice numa altura em que faltam disputar apenas duas corridas.
 
Lorenzo descreveu o resultados conseguido na Austrália como “o mais sortudo segundo lugar conseguido em toda a carreira”; isto porque o espanhol perdeu ritmo na segunda metade da corrida, mas a presença no pódio foi a oitava consecutiva este ano.
 
O vencedor da corrida de Sepang de há 12 meses, Pedrosa, teve azar no domingo em Phillip Island, acabando a prova mais cedo depois de ser tocado por Andrea Iannone, o que obrigou à desistência. Esse resultado fez Pedrosa cair para o quarto posto da geral, a 25 pontos do segundo classificado Rossi.
 
Quinto da geral antes do Shell Advance Grande Prémio de Motocilcismo da Malásia é o sempre consistente Andrea Dovizioso, que se manteve na moto na Austrália para terminar em quarto enquanto nove pilotos não chegaram ao final – incluindo o colega de equipa na Ducati Team, Cal Crutchlow, que foi ao chão na última volta quando tinha o segundo posto quase garantido.
 
Bradley Smith, da Monster Yamaha Tech3, estreou-se no pódio do MotoGP™ na 16ª jornada e entrou na luta pela sexta posição da geral. Esse terceiro lugar em Phillip Island levou o britânico à oitava posição, à frente de Iannone (Pramac Racing) e de Stefan Bradl (LCR Honda MotoGP) – ambos a quererem recuperar na Malásia depois dos respectivos erros de domingo.
 
Smith está agora a apenas nove pontos do sexto lugar de Aleix Espargaró (NGM Forward Racing) e a oito do colega de equipa na Tech3, o irmão de Aleix, Pol Espargaró – os irmãos espanhóis também desistiram na Austrália.
 
A primeira sessão de livres da categoria rainha em Sepang tem início pelas 9h55 locais (GMT +8) de sexta-feira.

Tags:
MotoGP, 2014, SHELL ADVANCE MALAYSIAN MOTORCYCLE GP

Outras actualizações que o podem interessar ›