Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Smith e as melhorias na segunda metade da campanha de MotoGP™ de 2014

Smith e as melhorias na segunda metade da campanha de MotoGP™ de 2014

Bradley Smith, da Monster Yamaha Tech3, Bradley Smith, ainda está muito motivado após o pódio da Austrália e está apostado em lutar pelo sexto posto da geral antes da chegada à última prova da época.

O britânico chega à última jornada do seu segundo ano na categoria rainha motivado após a sequência de sólidos resultados. “Gostei muito do meu segundo ano no MotoGP™ depois de ter já 12 meses de experiência com a M1,” diz o jovem. “Tem sido uma agradável e memorável experiência este segundo ano. Assim que se compreende totalmente estas motos é um grande prazer pilotá-las.”
 
Este é o final do nono ano completo de Smith nos Grandes Prémios e ele está contente por estar na luta pela sexta posição da geral com o colega de equipa Pol Espargaró e com o irmão dele Aleix, que corre pela NGM Forward Racing.
 
Smith comenta o ano até ao momento e a recente boa forma: “Do ponto de vista dos resultados, a segunda metade da época tem sido a melhor. Mostrei bom ritmo no início da temporada e só tive de aprender a gerir isso em termos de prestação de corrida. Ainda tenho grandes sensações por causa do primeiro pódio de MotoGP na Austrália. Agora estou a lutar pelo sexto lugar no campeonato, que era o nosso objectivo no início da época. Assim, depois de todos os altos e baixos, estamos dentro das metas em relação ao que tínhamos traçado para o final do ano.”
 
Sobre o que aprendeu até ao momento no MotoGP™ ao longo destes dois anos, Smith acrescenta: “A lista é interminável. Trabalhar no MotoGP não apenas com as melhores motos do Mundo, mas também com os melhore técnicos, o melhor equipamento, especialistas de categoria mundial, engenheiros de dados, mecânicos chefe, engenheiros de pneus, pessoal da suspensão, estamos sempre a receber informações deles. Como pilotos temos de dar 100% do nosso talento. Não digo que isso não seja feito nas categorias mais baixas, mas no MotoGP estamos sempre a competir contra Campeões do Mundo. Ninguém tem um mau dia, ninguém ‘se está a sentir menos bem’, ninguém espera por ti!”
 
Smith vai continuar com a Tech3 em 2015 ao lado de Pol Espargaró naquela que será a terceira temporada do britânico na categoria rainha.

Tags:
MotoGP, 2014, Bradley Smith, Monster Yamaha Tech 3

Outras actualizações que o podem interessar ›