Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Chuva torrencial afecta segundo dia do Teste de MotoGP™ em Valência

Chuva torrencial afecta segundo dia do Teste de MotoGP™ em Valência

Após um dia atarefado na segunda-feira, com 27 pilotos em pista em Valência, as sessões de trabalho desta terça-feira foram fortemente afectadas pela chuva, com Danilo Petrucci a assinar a melhor volta entre os 11 pilotos que decidiram ir rodar na pista molhada.

Muitos dos grandes nomes do Campeonato do Mundo optaram por não correr riscos à chuva, tais como Dani Pedrosa, da Repsol Honda, Jorge Lorenzo, da Movistar Yamaha MotoGP, e a dupla da Monster Yamaha Tech3, Pol Espargaró e Bradley Smith – isto depois de terem terminado o primeiro dia de testes no topo da tabela de tempos.
 
Na verdade, o italiano Petrucci (1m42,431s) terminou com mais de um segundo de vantagem sobre o rival mais próximo naquele que foi o segundo dia de trabalho com a sua nova equipa Pramac Racing para se adaptar à Ducati.
 
Depois de não ter rodado na segunda-feira, Nicky Hayden, da Drive M7 Aspar, totalizou 24 voltas e levou a nova RC213V-RS Open ao segundo posto. Mais atrás na tabela de tempos, o novo colega de equipa de Hayden, Eugene Laverty, também esteve em pista no que foi o segundo dia de ensaios com a Aspar.
 
Valentino Rossi, da Movistar Yamaha MotoGP, foi o quarto mais lesto apesar de ter completado apenas oito voltas, enquanto o Campeão do Mundo da Repsol Honda, Marc Márquez, completou 16 passagens pela linha de meta para terminar em oitavo.
 
Enquanto isso, e depois de ter notado que a Honda RC213V especificação de fábrica é muito diferente da máquina Open com que competiu em 2014, Scott Redding, do Team Estrella Galicia Marc VDS, deu 42 voltas na pista molhada para garantir a terceira marca a 1,382s da frente.
 
Redding sofreu queda sem consequências perto do final do dia; o mesmo azar tiveram também Petrucci, Loris Baz (NGM Forward Racing) e Cal Crutchlow (CWM LCR Honda). Crutchlow caiu cedo na sua única ida para a pista, pelo que não chegou a registar qualquer tempo e optou depois por não voltar a rodar.
 
A dupla de fábrica da Aprilia Gresini, Álvaro Bautista e Marco Melandri – este último a ter sido confirmado ontem no MotoGP para o próximo ano – também estiveram ao serviço, com Bautista a ser o mais atarefado do dia ao completar 47 voltas e garantir o quinto registo.
 
O teste continua na quarta-feira com pilotos e equipas a esperarem tempo seco em Valência.
Tags:
MotoGP, 2015, VALENCIA MOTOGP™ OFFICIAL TEST, Danilo Petrucci

Outras actualizações que o podem interessar ›