Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Mundo Deportivo: O último desafio de Van den Goorbergh

O holandês Jurgen Van den Goorbergh tornou-se num nome do MotoGP, onde foi piloto habitual de Grandes Prémios. Ele tinha uma box com mecânicos à sua volta, mas aos 45 anos decidiu competir no Dakar da forma mais pura. O diário espanhol Mundo Deportivo explica que Van den Goorbergh, depois de participar de moto, carro e camião, voltou ao seu primeiro amor, as duas rodas, e fê-lo na categoria de pilotos sem assistência técnica.
 
Um camião da organização transporta uma caixa de alumínio de cada participante, caixa essa que é entregue ao piloto em cada acampamento. É aí que vai a sua roupa, ferramentas, tenda, saco cama e um jogo de rodas. Assim que chegam ao acampamento estes pilotos começam a trabalhar na sua moto, perdendo horas de sono.
 
“Para mim, é voltar às origens, é o último verdadeiro desafio, mais uma aventura,” conta Van den Goorbergh. "Em 2009, no meu primeiro Dakar, terminei em 17º da geral das motos, melhor estreante. Depois corri de buggy e camião, com mais, ou menos sorte. Tinha vontade de voltar a deitar-me no saco cama com a cabeça sobre duas rodas e optei por esta categoria porque adoro mecânica; assim posso ocupar-me das minhas próprias motos.”
Tags:
MotoGP, 2015

Outras actualizações que o podem interessar ›

motogp.com

2 anos ago

Um novo FIM CEV Repsol em 2015