Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Capirossi: "Quando um piloto tem talento isso vê-se em qualquer categoria"

Capirossi: "Quando um piloto tem talento isso vê-se em qualquer categoria"

O motogp.com falou recentemente com o ex Campeão do Mundo e actual director da Comissão de Segurança. Acessível como sempre, Loris Capirossi disse o que pensa sobre as principais novidades da época que está prestes a começar, além de ter mencionado alguns aspectos relacionados com a segurança.

Na tua opinião, acreditas que a Suzuki e a Aprilia serão competitivas este ano, ou só o conseguirão ser em 2016?
“Em primeiro lugar, estamos todos muito contentes com o regresso da Suzuki e da Aprilia às grelhas do MotoGP já que a sua participação aumentará o interesse no Campeonato. Em termos de competitividade, no teste de Valência os nipónicos já mostraram melhorias, mas ambos terão de trabalhar muito para estarem ao nível das melhores equipas em 2016.”
 
Entre os estreantes mais destacados contaremos com Jack Miller, que depois de ter terminado a época passada como vice-Campeão, chegará este ano à categoria rainha. Achas que está física e mentalmente preparado?
“É claro que se trata de um passo importante. Falei com ele e pareceu-me estar mentalmente preparado e ter grande determinação. Tem um carácter forte e creio que poderá chegar longe. Por outro lado, quando um piloto tem talento isso vê-se em qualquer categoria.”
 
A temporada 2015 supõe um período de transição antes da revolução de 2016, quando começará a ser utilizada a mesma centralina e terá lugar a mudança da Bridgestone para a Michelin, com a marca gaulesa a levar a cabo testes este ano em todos os circuitos do calendário.
“Este anos vamos continuar a trabalhar com a Bridgestone, como se fez nas últimas temporadas, mas também vamos começar a trabalhar com a Michelin. A marca francesa há realizou alguns testes este ano, que continuarão ao longo da época de 2015, com o objectivo de estar ao nível da categoria no teste de Valência, quando terminar o ano.”
 
“Em 2016 será o ano de mudança. Pessoalmente, creio que os pilotos terão mais dificuldades em adaptar-se aos novos pneus do que à nova centralina. Será uma mudança radical, sem dúvida, mas estarão todos com o mesmo equipamento e creio que o resultado será positivo para o Campeonato.”
 
Quanto à Comissão de Segurança, com a chegada de Donington ao calendário em 2015, no lugar de Silverstone para a ronda britânica, vão realizar-se alterações ao traçado, ou às instalações?
“Sim, a pista já tinha mudado muito em relação ao que conhecíamos do passado. Realizaram-se alterações em vários pontos, as escapatórias agora são mais amplas e uma das curvas foi alterada. Realizaram-se trabalhos distintos.”
 
“Nós, enquanto Comissão de Segurança, continuamos a trabalhar, nunca paramos. Continuamos a trabalhar com todos os circuitos para eliminar a relva artificial, que este ano trouxe alguns problemas. Tenho a certeza que avançamos na direcção certa.”
 
Uma pregunta sobre ‘airbags’. Este elemento será obrigatório no futuro para todos os pilotos?
“Também estamos a trabalhar nessa questão. O airbag no capacete é muito interessante, se bem que apenas duas empresas (Alpinestars e Dainese) o utilizam. Estamos a considerar a possibilidade de generalizar a sua utilização no futuro, mas de momento não poderá ser em 2016.”
Tags:
MotoGP, 2015

Outras actualizações que o podem interessar ›

motogp.com

2 anos ago

Um novo FIM CEV Repsol em 2015