Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Rainey fala dos progressos e esperanças num campeonato MotoAmerica

Rainey fala dos progressos e esperanças num campeonato MotoAmerica

A MotoGP™ Legend Wayne Rainey é uma das figuras principais do novo Campeonato AMA/FIM Norte Americano de Velocidade MotoAmerica e acredita que os renovados esforços podem dar nova vida às corridas de motociclismo nos E.U.A.

Numa visita a Espanha esta semana, Rainey falou com o motogp.com sobre os progressos que estão a ser levados a cabo pela organização da competição MotoAmerica. Na segunda parte da entrevista de Rainey, a ser publicada no motog.com no final desta semana, ele revelou também sobre o que pensa do Campeão do Mundo de MotoGP™ Marc Márquez e do actual panorama dos Grandes Prémios – antes do início da próxima época de 2015.
 
Com a MotoAmerica Rainey e os seus colegas do KRAVE Group LLC, que vai ser responsável pelo campeonato, o objectivo é aumentar a importância da velocidade em duas rodas na América do Norte e ajudar a preparar pilotos americanos para os palcos internacionais.
 
O tri-Campeão do Mundo de 500cc Rainey deu apoio ao projecto do CEO da Dorna, Carmelo Ezpeleta, e o antigo piloto americano acredita que a MotoAmerica vai promover de forma significativa a participação nas corridas nos Estados Unidos.
 
Rainey disse ao motogp.com: “Conseguimos adquirir o campeonato de velocidade dos E.U.A. à AMA, pelo que agora somos os responsáveis pelo campeonato. Alterei de imediato as regras para o aproximar mais daquilo que o Mundial de Superbikes está a fazer, pelo que agora os construtores estão mais contentes. Não há muita participação de construtores nos Estados Unidos, mas agora com as novas alterações de regulamentos há muito mais interesse que dantes.”
 
Rainey explica: “Esperamos ser capazes de fazer um campeonato muito competitivo e termos participação de construtores e que os pilotos possam levar a cabo grandes lutas entre si, como aconteceu entre mim, o Eddie Lawson e o Kevin Schwantz. Assim, num futuro próximo, encontraremos as emoções do passado e às quais estivemos acostumados durante muito tempo.”
 
Sobre o desafio de levar novos talentos americanos para o WSBK ou para o MotoGP, Rainey acrescentou: “Esse é claramente o meu objectivo. O MotoGP é muito popular desde que vem à América, mas para o tornarmos ainda mais popular temos de ter lutas americanas pelo pódio em todas as corridas. Sei que há um americano que pode ser o piloto para o fazer.”
Tags:
MotoGP, 2015

Outras actualizações que o podem interessar ›