Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Bautista: "O objectivo é chegar mais perto da frente"

Bautista: 'O objectivo é chegar mais perto da frente'

O espanhol Álvaro Bautista está desejoso pelo novo capítulo na carreira de MotoGP™ nesta época de 2015.

A marca italiana está de volta à categoria rainha e Bautista tem por tarefa levar o projecto em frente em pista ao lado de Marco Melandria. Para o espanhol a campanha de 2015 será, assim, de mudança de maquinaria, isto depois de três temporadas aos comandos de protótipos Honda.

O motogp.com falou com Bautista para conhecer as suas ideias antes do regresso aos testes de pré-época…

Álvaro, ganhaste o Campeonato do Mundo de 125cc com a Aprilia e também tiveste sucesso com eles nas 250cc. Como é voltares a estar com a marca?

“Traz boas memórias porque consegui grandes resultados com a Aprilia no passado. É uma grande fábrica, com capacidade para desenvolver uma moto competitiva e espero que voltemos a estar numa situação igualmente positiva agora.”

Também vais voltar a ser piloto de fábrica no MotoGP™…

“Esse é o grande lado positivo. Gostei muito quando rodei como piloto oficial da Suzuki porque a moto é praticamente toda desenvolvida por ti. Trabalhas mais do que quando tens uma moto satélite, mas também tens mais oportunidades. Quando rodas com motos satélite recebes determinado material e sabes que é isso que vais ter para o resto da época.”

Pensas que este será um ano de transição enquanto desenvolves a Aprilia, os crês que podes aspirar a resultados competitivos desde o início?

“Julgo que a Aprilia tem sido muito arrojada com este regresso ao campeonato em 2015 quando a Suzuki, por exemplo, passou dois anos a desenvolver a moto longe dos Grandes Prémios. Acho que será uma temporada de desenvolvimento para termos uma moto competitiva em 2016. A categoria também vai mudar com novos regulamentos e a chegada de novos pneus. O ano de 2015 será de trabalho sem objectivos específicos. Na verdade, a meta é chegar perto da frente.”

Como descreverias o carácter do novo protótipo de MotoGP™ da Aprilia?

“É uma moto muito diferente da Honda. Quando rodei com ela em Valência o chassis já era muito bom. Talvez o motor tivesse alguma falta de potência, mas em Jerez, com o motor de válvula pneumática e pistões de 81mm, a potência aumentou muito e comecei a notar que o chassis necessitava de mais rigidez. A electrónica não se mostrou bem à altura do aumento de potência, o pneu traseiro patinava muito e estava tudo um pouco estranho. Este próximo teste na Malásia vai ajudar-nos a acertar as coisas e seguir em frente, um passo de cada vez. Eventualmente vamos ter uma caixa de velocidades “seamless”, mas não neste primeiro teste. Isso talvez só surja na segunda, ou terceira, corrida da época.”

Tags:
MotoGP, 2015, Alvaro Bautista, Aprilia Racing Team Gresini

Outras actualizações que o podem interessar ›