Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Manhã atarefada no regresso do MotoGP™ à acção

Manhã atarefada no regresso do MotoGP™ à acção

As equipas de MotoGP™ a não perderem tempo para irem para a pista e darem início aos trabalhos de 2015; são 30 os pilotos em acção.

Os testes de pré-época foram reatados em Sepang nesta manhã de quarta-feira com as equipas de MotoGP™ a não perderem tempo para irem para a pista e darem início aos trabalhos de 2015; são 30 os pilotos em acção sob o calor malaio.

Toda a grelha de MotoGP™ esteve em acção, excepção feita ao lesionado Yonny Hernández, da Pramac Racing, enquanto cinco pilotos de testes de vários construtores estão também presentes.

No ritmo nas primeiras horas de trabalho esteve Valentino Rossi (2m00,380s); o italiano e o colega de equipa Jorge Lorenzo usaram máquinas YZR-M1 semelhantes àquelas com que rodaram no teste de Valência no final de 2014. A Yamaha está de novo a testar um tudo de escape mais curto, desta feita com uma grelha a cobrir a saída de ar.

Os contrapartes de Rossi e Lorenzo na Monster Yamaha Tech3, Pol Espargaró e Bradley Smith apresentaram andamentos distintos; o espanhol mostrou bom ritmo nas primeiras idas para a pista, enquanto o colega de equipa britânico ficou mais para trás nas primeiras tabelas de tempos.

O Campeão do Mundo de MotoGP Marc Márquez e o companheiro de equipa Dani Pedrosa também estiveram, sem surpresas, no topo das tabelas de tempos, isto com a HRC a apresentar-se em Sepang com dez motos para serem utilizadas pelos pilotos da Repsol Honda e também pelos pilotos de testes; do lote de máquinas fazem também parte motos de 2014 para comparações de desenvolvimento com os protótipos de 2015.

O novo alinhamento da CWM LCR Honda, composto por Cal Crutchlow e Jack Miller, voltou a acostumar-se com as respectivas RC213V e com a RC213V-RS Open, com Miller a concentrar-se em particular na adaptação ao pacote electrónico da Magneti Marelli – o australiano tenta tirar o máximo partido da utilização do controlo de tracção.

Andrea Dovizioso e o colega de equipa na Ducati Team, Andrea Iannone, trabalharam com uma GP14.3 – uma evolução da GP14.2 – com a nova GP15 a dever ser entregue para Sepang 2, mais perto do final do mês. A GP14.3 conta com alguns aspectos visuais diferentes, com Iannone a testar nova carenagem frontal, isto enquanto a máquina conta também com actualizações de electrónica.

A dupla da Aprilia Gresini, Álvaro Bautista e Marco Melandri, deu continuidade ao trabalho com as novas máquinas – dotadas de motores de válvula pneumática – que usaram em Novembro. Michael Laverty também está a testar para a marca transalpina.

Aleix Espargaró e o estreante de MotoGP™ Maverick Viñales estão a trabalhar arduamente com as suas Suzuki GSX-RR, com Espargaró a sofrer pequena saída de pista sem consequências e a rodar fora dos dez primeiros da tabela de tempos provisória. Viñales rodava a pouco menos de um segundo do colega de equipa aquando da paragem para o almoço.

O teste prossegue até às 18 horas locais.

Tags:
MotoGP, 2015, SEPANG MOTOGP™ OFFICIAL TEST

Acompanhe a história ›

Outras actualizações que o podem interessar ›