Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Pedrosa sobre Sepang 1: "Estamos muito satisfeitos"

Pedrosa sobre Sepang 1: 'Estamos muito satisfeitos'

Dani Pedrosa deu passo em frente no primeiro teste de pré-época de 2015, onde os pilotos Repsol Honda encabeçaram as tabelas de tempos.

Após o primeiro teste na Malásia Pedrosa fez uma análise muito positiva dos três dias de trabalho que marcaram o regresso depois da paragem de Inverno. Segundo a apenas um décimo de segundo do colega de equipa, Pedrosa regressou à acção em boa forma. Os tempos por volta do espanhol confirmaram as boas sensações que tem em relação ao trabalho levado a cabo pela Honda e em relação às alterações feitas à sua equipa.

Como avalias o primeiro teste em Sepang?

“Correu muito bem. No último dia fizemos uma simulação de corrida completa, isto apesar do calor. De forma geral, tivemos sorte porque o céu estava um pouco mais nublado que o habitual e isso fez com que a pista estivesse em boas condições para rodarmos. Temos também de dizer que na manhã de sexta-feira a pista estava muito boa e os tempos por volta baixaram muito. Cometi um pequeno erro na minha melhor volta. Mesmo assim, estamos muito satisfeitos com a forma como decorreu o primeiro teste.”

Este ano houve alterações na estrutura da tua equipa. Como funcionou no primeiro teste?

“Estou muito contente porque me senti muito confortável. Ainda estamos no início do ano e não tenho a mesma agilidade de quando já estamos mais instalados, mas as condições de trabalho e a atitude foram muito boas. Já tinha trabalhado com o Denis [Pazzaglini] nas 250cc, mas ele também tem experiência de MotoGP. Ainda não tinha trabalhado com o Pedro [Calvet], mas é tem um carácter de que gosto muito. O Daniel [Petzold] esteve antes na Moto2 e vai precisar de tempo para se ajustar à quantidade de informação necessária no MotoGP, mas tem grande capacidade de aprendizagem. Tanto a equipa como a Honda acreditam muito nele. Estou muito contente com o novo papel do Ramon [Aurin]; creio que está a fazer um trabalho muito bom e a equipa está muito contente com ele, há uma boa dinâmica. Todas as alterações foram para melhor. Demos alguns passos em frente no primeiro teste e melhorámos muito – graças ao trabalho que a Honda tem levado a cabo no Japão e a tudo o que foi feito dentro da equipa. Os mecânicos e os novos técnicos fizeram um grande trabalho e isso motiva-me muito.”

A apresentação na Indonésia foi algo totalmente diferente e foste muito bem recebido pelos fãs. Como foi para ti?

“Os adeptos asiáticos são muito apaixonados pelo MotoGP porque são loucos por corridas. Deram-nos as boas-vindas, seguiram-nos para todo o lado e estão sempre ao corrente de tudo; eles adoram o que os pilotos fazem. Foi muito especial estarmos lá para a apresentação e partilhar com eles o entusiasmo que têm pelo desporto.”

O que vais fazer até ao próximo teste no final de Fevereiro?

“Vou regressar a casa por uns dias e, apesar de haver neve, vou continuar a minha preparação física antes do próximo teste. Agora estou um pouco dorido, mas isso é inevitável. Estes testes são muito úteis para mim por que não há melhor forma de preparação do que andar na moto.”

Tags:
MotoGP, 2015, SEPANG MOTOGP™ OFFICIAL TEST, Dani Pedrosa, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›