Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Pilotos satisfeitos com estreia da GP15 em Sepang

Pilotos satisfeitos com estreia da GP15 em Sepang

Dovizioso e Iannone mostraram-se muito satisfeitos com estreia da nova GP15 no segundo teste de pré-época de Sepang.

Os pilotos Andrea Dovizioso e Andrea Iannone tiveram a oportunidade de levar a cabo o primeiro contacto com a nova Ducati Desmosedici GP15, máquina com que vão competir no Campeonato do Mundo de MotoGP™ deste ano, e terminaram o teste de três dias no Circuito Internacional de Sepang muito satisfeitos.

A GP15, apresentada a 16 de Fevereiro, foi rápida desde as primeiras voltas à pista malaia, além de se ter revelado fiável. Características que foram sublinhadas pelo tempo de Iannone, um dos sete pilotos no teste a rodar abaixo dos dois minutos com 1m59,722s durante a manhã do último dia e que foi confirmado com uma marca vespertina de 1m59,921s com pneus duros.

“Foram três dias muito positivos porque chegámos à Malásia com uma moto totalmente nova, sem nunca termos rodado com ela antes, e conseguimos rodar muito rápido e sem problemas de fiabilidade,” afirmou Iannone, que impressionou ao longo dos três dias e se sente já muito confortável com a máquina e com a sua equipa técnica.

“A GP15 foi para a pista pela primeira vez na segunda-feira, pelo que estou satisfeito com o que melhorámos em tão curto período de tempo. Hoje [quarta-feira] concentrámos os trabalho em vários tipos de afinação da moto para tentarmos melhorar as sensações mas, acima de tudo, a aderência e entrada em curva. Ainda há muito a fazer, mas estou contente com este primeiro contacto com a nova moto.”

Enquanto isso, Dovizioso garantiu o nono posto da geral com os 2m00,250s garantidos no segundo dia do teste, isto depois de não conseguir melhorar a marca pessoal no último dia de trabalho. Ainda assim, o italiano também se mostrou satisfeito com o desfecho dos três dias de testes.

“Só posso estar contente com este teste,” começou por adiantar Dovi, sem deixar de apontar aspectos a melhorar. “Trouxemos uma moto totalmente nova e fomos rápidos e competitivos desde o início. Estou particularmente satisfeito porque melhorámos os pontos mais importantes da s motos anteriores e agora a moto vira à entrada para as curvas. O pessoal da Ducati Corse fez um grande trabalho de casa e não tivemos problemas de fiabilidade nestes três dias.”

“Agora temos de conhecer melhor a GP15 porque ainda temos alguns limites. A nova moto é muito diferente da anterior e temos de testar algumas afinações de extremos para a compreendermos melhor, por exemplo, na última parte da travagem e a meio da curva. Mas isto é tudo normal; quando se muda tanto uma moto há sempre pontos positivos e negativos. Estou convicto que temos muita margem para melhorar, mas precisamos de tempo e nos próximos dias os nossos engenheiros vão ter muitos dados para analisar antes de irmos para o teste do Qatar em meados de Março.”

Tags:
MotoGP, 2015, Andrea Dovizioso, Andrea Iannone, Ducati Team

Outras actualizações que o podem interessar ›

News Desk
Começa o último dia de Sepang 2

2 anos ago

Começa o último dia de Sepang 2