Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Guevara: “Podemos ser rápidos desde o início”

Guevara: “Podemos ser rápidos desde o início”

Os pilotos Mapfre Team Mahindra Moto3™ dizem o que pensam da primeira corrida do ano no Circuito Internacional de Losail, no Qatar.

O Campeonato do Mundo de Moto3™ volta finalmente à acção neste fim‑de‑semana com a primeira jornada do ano a ter lugar, como é tradicional, sob as luzes artificiais do Circuito Internacional de Losail, no Qatar, e sem claros favoritos ao ceptro a temporada promete, uma vez mais, ser muito emocionante desde a primeira curva.

Esta primeira ronda de 2015 será um momento histórico para a Mapfre Team Mahindra, que conta com nova maquinaria e novos pilotos para o que será um ataque ao ceptro a três.

Juanfran Guevara mantém-se com a equipa após positiva época de estreia em 2014 e passa a contar com a companhia de Pecco Bagnaia e Jorge Martín, que faz a tão desejada estreia estreia no Campeonato no Campeonato do Mundo. 

“Toda a gente na equipa e na Mahindra fez um grande trabalho durante a pré-época e graças a isso temos uma boa base para começar o ano,” refere Guevara. “Gosto muito do circuito de Losail e dei-me bem nos treinos no ano passado, foi só uma pena ter sido colocado fora da corrida. O objectivo é claro: queremos estar no grupo da frente e quero corrigir os erros do ano passado; estou certo que podemos ser rápidos desde o início.”

Já Bagnaia assinala: “Finalmente o Inverno acabou e vamos para o Qatar para começar a época. A chuva não nos permitiu adiantar muito trabalho no último testo, mas mesmo assim fizemos muita coisa na pré-época. A minha adaptação à equipa tem sido muito boa, encontrámos muitas soluções com a afinação da moto e estamos prontos para começar a temporada.”

Enquanto isso, Martín não esconde as emoções da estreia: “Estou mesmo muito entusiasmado com a minha estreia no Campeonato do Mundo. A pré-época foi longo e tivemos tempo para trabalhar em condições diferentes, o que nos permitiu mesmo desenvolver a moto. Estou contente com o trabalho feito durante o Inverno. Nunca estive no Qatar e nunca rodei à noite, pelo que creio que será um pouco complicado habituar-me ao circuito, mas estou certo que a minha equipa me ajudar de forma a que o processo seja rápido para me sentir confortável.”

Tags:
Moto3, 2015, Jorge Martin, Juanfran Guevara, Francesco Bagnaia, MAPFRE Team MAHINDRA

Outras actualizações que o podem interessar ›