Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Lowes manda em Losail

Lowes manda em Losail

O Commercial Bank Grande Prémio do Qatar terminou com Sam Lowes, da Speed Up, a liderar as duas sessões da Moto2™ e assinar novo recorde.

O tempo de pista seca durante a pré-época foi muito limitado para os pilotos da Moto2™ durante os testes oficiais da IRTA, marcados pela chuva. Apesar das condições complicadas, Sam Lowes levou a cabo fortes prestações em todos os testes, com a grande mudança a ser a troca de um braço oscilante de carbono para um de alumínio na máquina da Speed Up.

O pelotão da Moto2™ não tardou a deixar o pit lane para a FP1, desejoso que estava de tirar o máximo partido da pista antes que as condições se degradassem com o cair da noite. Com 22 quadros Kalex na grelha da Moto2™, muitos pilotos continuaram a conhecer as respectivas montadas. Tanto Lowes, como Johan Zarco não tardaram a começar o trabalho, cada um deles a fazer várias voltas até ao final da sessão.

O tempo de 1:59,717s levou Lowes ao topo das tabelas de tempos e também a bater o anterior recorde da pista de Tito Rabat de 2:00,081s no Circuito Internacional de Losail. O antigo campeão da WSS tem ganho confiança desde o final do ano passado e está agora preparado para um segundo ano de Moto2™ mais consistente e a verdade é que Lowes acabou mesmo por voltar a liderar a FP2. Contudo, não melhorou o tempo face ao primeiro treino.

Johann Zarco e a recém formada Ajo Motorsport Moto2 Team também mostraram bom ritmo nos testes molhados. O gaulês terminou o ano passado com terminou a época passada com três pódios nas últimas seis corridas e agora roda com uma Kalex da Ajo e o início de campanha não podia ter começado muito melhor ao rodar em 2:00,339s, o que o deixou a 0,662s de Lowes. Contudo, Zarco também não conseguiu melhorar na FP2.

O Campeão do Mundo de Moto2™ Tito Rabat levou a cabo as já características tiradas longas em ambas as sessões, completando 20 voltas. O 2:00,368s perto do final da segunda tirada da FP2 foi o bastante para lhe dar o terceiro posto da geral. Perto do final do segundo Treino Livre a chuva ligeira marcou presença e abrandou os pilotos nos últimos dez minutos de trabalho.

Axel Pons, da AGR Team, saltou de 20º para quarto com uma marca de 2:01,043s, a 1,326s de Lowes. Takaaki Nakagami ficou a mais 0,080s de Pons; o nipónico foi segundo no Qatar no ano passado antes de ser desclassificado devido a filtro de ar ilegal. Nakagami vai tentar regressar à boa forma de 2013 depois de ter tido muitas dificuldades durante a maior parte da última época.

Alex Rins, da Páginas Amarillas HP 40, foi o melhor estreante em nono, a mais de 1,5s de Lowes. O antigo colega de equipa e agora piloto da EG 0,0 Marc VDS, Alex Márquez foi 18º, a 0,7s do também estreante.

O vice-Campeão do ano passado, Mika Kallio, foi 19º depois de trocar para a Italtrans Racing Team em 2015.

Luis Salom sofreu queda na Curva 10, na FP1, depois de falhar o início da sessão com problema técnico. Florian Alt também foi ao chão, mas na Curva 4 na FP4, ao perder a frente. Thitipong Warokorn foi outro dos pilotos a cair, já perto do fim da FP2.

A FP3 da Moto3™ tem lugar a partir das 19h55 locais de sexta-feira.

Veja aqui os resultados combinados das duas sessões.

Tags:
Moto2, 2015, COMMERCIAL BANK GRAND PRIX OF QATAR

Outras actualizações que o podem interessar ›

motogp.com
Márquez marca ritmo na FP1

2 anos ago

Márquez marca ritmo na FP1

motogp.com
Oliveira domina FP2 da Moto3™

2 anos ago

Oliveira domina FP2 da Moto3™