Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Crutchlow choca ao terminar em segundo atrás de Márquez

 Crutchlow choca ao terminar em segundo atrás de Márquez

Marc Márquez terminou os livres na frente do pelotão no Qatar, mas foi Cal Crutchlow quem apanhou todos de surpresa.

O Top 10 da tabela de tempos combinados passa automaticamente para a Qualificação 2, com os restantes a terem de alinha na Q1, da qual apenas os dois primeiros passam depois para a luta pela pole position na Q2. Assim, havia muito em jogo sob as luzes artificiais do circuito do deserto nesta noite de sexta-feira, com os pilotos a tentarem começar bem a época no Commercial Bank Grande Prémio do Qatar.

Se as tabelas de tempos servem de padrão, então vamos ter uma corrida brutal no domingo, já que os 18 primeiros ficaram separados por menos de um segundo. Tratou-se de um final emocionante das duas noites de Treinos Livres com os pilotos a deixarem os ataques aos tempos para os últimos cinco minutos da FP3 com pneus novos.

O Campeão do Mundo Márquez terminou no topo, melhorando o registo pessoal da primeira sessão da noite para terminar com 1:54,822s e batendo o recorde do circuito de Casey Stoner (2008, 1:55,153s) em mais de três décimos. 

Mas a grande surpresa do dia veio de Cal Crutchlow, que colocou a moto satélite da CWM LCR Honda à frente de muitas máquinas de fábrica. Ele terminou a 0,096 de Márquez para garantir a segunda posição da geral depois de efectuar uma fantástica volta rápida.

Enquanto isso, a Ducati Team fez uso das aletas nas montadas de ambos os pilotos pela primeira vez depois de as ter testado apenas na moto de Andrea Dovizioso. Andrea Iannone rodou suficientemente bem para garantir a terceira posição no início da FP3, mas depois perdeu a frente na Curva 2 e não teve como melhorar mais. Dovizioso não conseguiu igualar o ritmo do colega de equipa e teve de se contentar com o sexto posto, atrás da GSX-RR do Team Suzuki Ecstar de Aleix Espargaró (4º) e da Repsol Honda de Dani Pedrosa (5º). Mas não foram apenas as Ducati de fábrica que melhoraram face a ontem, com Yonny Hernández a assinar boa marca para concluir o trabalho em 7º com a GP14.2 satélite da Pramac Racing GP14.2.

Grande choque nesta última noite de livres foi a falta de rito dos pilotos da Movistar Yamaha, com Jorge Lorenzo e Valentino Rossi a não irem além dos 8º e 9º postos, respectivamente.

Grandes nomes que amanhã vão ter de lutar na Q1 para poderem ter uma possibilidade de chegar à pole position são Scott Redding, Maverick Viñales e Bradley Smith. Redding ficou a 0,1s do Top 10, enquanto Smith sentiu dificuldades com o pneu médio.

A Qualificação 1 do MotoGP™ tem início marcado para as 19h55 do Qatar neste sábado.

Veja aqui os resultados combinados do MotoGP.

Tags:
MotoGP, 2015, COMMERCIAL BANK GRAND PRIX OF QATAR, FP3, Marc Marquez, Cal Crutchlow, Andrea Iannone, Repsol Honda Team, LCR Honda, Ducati Team

Outras actualizações que o podem interessar ›