Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Folger triunfa em dramática corrida de Moto2™

Folger triunfa em dramática corrida de Moto2™

Jonas Folger assinou vitória inesperada no Commercial Bank Grande Prémio do Qatar com todos os favoritos a encontrarem problemas.

Os problemas começaram cedo para Tito Rabat depois de um falso ponto morto e, algumas curvas depois, Rabat viu-se forçado a alargar a trajectória por Morbidelli. As complicações continuaram para o Campeão do Mundo ao colidir com Simone Corsi depois da Curva 1, quando o italiano fechou a porta. Rabat não sofreu lesões, mas ficou desapontado: “Quando passei o Corsi por dentro ele fechou-me a linha e bateu-me na roda da frente. Foi impossível evitar a queda e foi o fim da minha corrida.”

Johan Zarco e Sam Lowes ficaram só na frente para se isolarem, ganhando vantagem significativa sobre o resto do pelotão. Zarco, num revivalismo dos seus tempos nas 125cc, tocou na traseira da sua própria moto na tentativa de levar Lowes a fugir com ele para aumentarem a vantagem.

Sam Lowes também foi assolado pelo mesmo problema de Rabat, sofrendo queda quando ia atrás de Zarco. O britânico conseguiu levar a moto de volta às boxes e tentou arranjá-la, mas a corrida estava acabada. “Tive um falso ponto morte e baixei a frente. Levantei a mão, cometi um erro. Quero melhorar e lutar por este campeonato,” disse depois da corrida.

Isto deixou Zarco a roda nos dois minutos baixos e com confortáveis cinco segundos de margem sobre Jonas Folger, em segundo. O gaulês geriu a vantagem na perfeição e parecia estar a caminho da confortável primeira vitória na Moto2™. Contudo, na 17ª volta a maneta das mudanças partiu-se, o que deixou o piloto da Ajo Motorsport em terceira. À saída da última curva Zarco examinou o problema, tentando trocar de mudança com a mão, o que resultou numa razia ao muro das boxes. “Era importante terminar a corrida mesmo com este problema. Estava muito forte e com bom ritmo antes dos problemas e a moto estava fácil de pilotar. É por isso que mantive o sorriso,” disse um optimista Zarco depois de levar a Kalex até ao oitavo posto.

Folger viu-se assim num sólido primeiro lugar, à frente de Xavier Simeon. O germânico da AGR Team estreou-se a vencer na Moto2™ com mais de cinco segundos de vantagem. “Nem acredito que venci a corrida. Estou muito contente, não o consigo descrever. Não sei o que aconteceu ao Zarco, mas tínhamos bom ritmo,” disse no Parc Ferme.

Já Xavier Simeon dedicou o segundo posto à família e à mãe da namorada. “O objectivo é ser o mais consistente possível este ano e foi isso que fizemos neste fim‑de‑semana. O potencial da Kalex é muito elevado e pensei que podíamos lutar pelo pódio. Tentei acompanhar o Folger, mas cometi vários pequenos erros e perdi terreno. Estou muito contente porque começámos da melhor forma possível,” disse o belga que apresentou um início de época muito melhor que no ano passado.

A luta pelo terceiro posto foi muito renhida, com Thomas Lüthi a bater Alex Rins por muito pouco sobre a linha de meta. O estreante de Moto2™ Rins teve um excelente final de corrida depois de rodar em oitavo, impressionando muitos pela rapidez com que se adaptou à categoria. “Este pódio é muito motivador para nós depois de difícil pré-época com o tempo,” disse Luthi.

Enquanto Rins impressionou na estreia, o colega de equipa Luis Salom teve complicado início de segundo ano na Moto2™. Uma colisão com Axel Pons colocou ponto final prematura na corrida de Salom, que acabou no centro médico com lesão no pulso. Salom estará apto para a próxima jornada no Texas. Registaram-se ainda quedas por parte de Anthony West e Ricky Cardus, este último a lutar por uma posição nos dez primeiros com a máquina da Tech3 entre os pilotos Kalex.

A segunda jornada do Campeonato do Mundo de Moto2™ tem lugar a 12 de Abril com o Red BUll Grande Prémio das Américas.

Veja aqui os resultados completos da Corrida de Moto2™.

Tags:
Moto2, 2015, COMMERCIAL BANK GRAND PRIX OF QATAR, RAC, Jonas Folger, Xavier Simeon, Thomas Luthi

Outras actualizações que o podem interessar ›