Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Yamaha e Ducati recuperam alento

Yamaha e Ducati recuperam alento

Valentino Rossi conseguiu épica vitória e impôs-se aos pilotos oficiais da Ducati após brilhante estreia da Desmosedici GP15.

A primeira corrida do Campeonato do Mundo de MotoGP™ de 2015 abriu um panorama totalmente diferente do que se verificava no final do ano passado. Se na altura Marc Márquez tinha reclamado todo o protagonismo pelo seu incontestável domínio da categoria rainha, neste arranque de temporada os acontecimentos desenrolaram-se de forma bem diferente.

Tudo começou a mudar quando se apagaram as luzes do semáforo no Circuito Internacional de Losail. Após brilhante partida de Andrea Dovizioso desde a pole position com a nova Ducati GP15, era este, o seu companheiro de equipa Andrea Iannone e Jorge Lorenzo quem assumiam as rédeas da corrida, enquanto Márquez cometia erro inicial que o relegava para a última posição. A partir daí o Campeão do Mundo deu início a uma das suas habituais recuperações sem dó nem piedade, deixando Álvaro Bautista fora da corrida por acabar por ficar sem travões na sua Aprilia ao tentar suster o homem da Repsol Honda.

Alheios a tudo isto, na frente da corrida Dovizioso e Lorenzo trocavam de posições enquanto Iannone observava a escassos metros e Valentino Rossi se aproximava do trio da frente com a segunda Yamaha de fábrica, garantindo pelo caminho a melhor volta da corrida.

Sem saberem de certeza se Márquez seria capaz de alcançar a frente da corrida, os que lideravam protagonizavam uma das provas mais emocionantes dos últimos anos.

Com o passar das voltas, tanto Lorenzo como Dovizioso trocavam de posições na liderança, até que aos poucos Rossi se colava às rodas de ambos. “The Doctor” tornava-se cada vez mais competitivo até ao ponto de, no final da corrida, Lorenzo e Iannone não terem como evitar que os italianos lutassem pela vitória.

Enquanto isso, Márquez não tinha como os alcançar, depois de ter passado o colega de equipa Dani Pedrosa que se debatia com problemas físicos no braço, algo que vem já do ano passado como acabou por confessar à imprensa.

As últimas voltas foram repletas de emoção. Pela primeira vez em muito tempo o invencível Márquez não contava para a vitória e esta era decidida entre o nove vezes Campeão do Mundo e o seu compatriota, muito beneficiado pelo rendimento da nova moto que estreou no penúltimo teste de pré-época. A última volta colocou à prova o ritmo cardíaco de qualquer um. Desde meio da corrida Rossi conseguiu meros metros de vantagem na zona mista do traçado de Losaisl, mas quando chegavam à recta da meta a Ducati imprimia tal andamento que fazia recordar a poderosa estreia de Casey Stoner com a máquina italiana nos idos de 2007. E Rossi também sofreu nesse mesmo dia.

Rossi deu o máximo na última volta para lograr alguns metros de vantagem que acabaram por lhe dar a mais doce das vitórias, com Dovizioso e Iannone a ladearem-no num pódio totalmente italiano, com pilotos felizes e com duas marcas que recuperavam a esperança de destronar a Honda.

A vitória de Rossi surgiu depois das duas conseguidas na época passada. Mais importante ainda, o italiano sai assim do Qatar como líder do Campeonato do Mundo, algo que não acontecia desde o início da época de 2010, quando se impôs a Lorenzo.

É incrível ver Rossi com este nível de rendimento no início da sua 20ª temporada no Mundial. O triunfo em Losail, o quarto na pista, igualou os conseguidos pelo imperador da pista do Deserto, o retirado Casey Stoner.

Este início de época não descarta Márquez, mas antes o seu colega de equipa Pedrosa que anunciou uma retirada temporária (se bem que indefinida) até resolver os problemas de síndroma compartimental, uma situação complicada que pode mesmo levar a uma retirada definitiva. Tudo coisas a confirmar nas próximas jornadas.

Tags:
MotoGP, 2015, COMMERCIAL BANK GRAND PRIX OF QATAR, RAC, Valentino Rossi, Andrea Iannone, Andrea Dovizioso, Movistar Yamaha MotoGP, Ducati Team

Outras actualizações que o podem interessar ›

motogp.com
Paddock girls do Qatar

2 anos ago

Paddock girls do Qatar