Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Pedrosa em dúvida para a próxima corrida

Pedrosa em dúvida para a próxima corrida

Dani Pedrosa debate-se com síndrome compartimental durante o ano passado e vai parar uns tempos para procurar conselhos sobre o problema.

Pedrosa, da Repsol Honda, terminou o Commercial Bank Grande Prémio do Qatar em sexto e depois da corrida revelou que se tem debatido com severos problemas de síndrome compartimental desde o ano passado. A situação tornou-se tão séria que o piloto anunciou que vai fazer uma paragem para procurar conselhos médicos sobre a melhor forma de agir. Esta decisão coloca em dúvida a participação do espanhol na segunda jornada do Campeonato do Mundo, já que o Red Bull Grande Prémio das Américas tem lugar dentro de apenas duas semanas, a 12 de Abril.

Pedrosa revelou o problema ao motogp.com após a corrida do Qatar: “Bem, é uma longa história. Tentando ser curto, basicamente nesta corrida tive um problema de síndrome compartimental, algo que tem acontecido há um ano. Comecei a ter muitos problemas aqui. No ano passado tive dificuldades em todas as corridas, não consegui boas prestações e os meus resultados não foram bons por isto. Tenho tentado todo o tipo de coisas para resolver o problema e melhorar, mas não foi fácil e não consegui nenhuma boa resposta. Fui operado, mas sem sucesso. Tentei não falar sobre isto em público, mas é claro que não foi fácil, mas a Honda sempre soube. Este Inverno viajei pelo mundo toto para tentar obter opiniões diferentes de vários médicos. Tentei saber se podia fazer nova operação para estar pronto para o Campeonato.”

“Todos os médicos desaconselharam a operação devido ao risco, e tentei seguir este conselho, e trabalhar muito de forma não agressiva. Isto traz-me de volta ao dia de hoje, onde tive uma má situação, já que sabia que não me estava a sentir bem, mas não havia outra opção para mim. Agora que a corrida terminou e vi que não consigo rodar como queria, tenho de encontrar uma solução para este problema. Não posso continuar a correr desta forma, pelo que agora o meu plano é tentar resolver o problema no meu braço. Não sei exactamente como o vou fazer, como disse os médicos não têm a certeza, mas vou tentar livrar-me deste problema e a equipa sabe disso. Não tenho muitas respostas de momento, ainda é tudo muito incerto, mas espero ter notícias em breve.”

Tags:
MotoGP, 2015, COMMERCIAL BANK GRAND PRIX OF QATAR, RAC, Dani Pedrosa, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›

motogp.com
Paddock girls do Qatar

2 anos ago

Paddock girls do Qatar