Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Crutchlow: “Foi um bom início de época”

Crutchlow: “Foi um bom início de época”

Cal Crutchlow, da CWM LCR Honda, foi o melhor piloto satélite no Commercial Bank Grande Prémio do Qatar ao terminar em 7º.

Cal Crutchlow viu-se forçado a partir da 12ª posição após a queda sofrida na qualificação da noite de sábado sob as luzes artificiais do Circuito Internacional de Losail, o que na corrida o obrigou a recuperar terreno.

Ele debateu-se com problemas de aderência traseira, o que afectou as suas tentativas de se manter com pilotos de fábrica como os dois homens da Honda Márquez e Pedrosa, mesmo assim ele terminou como melhor piloto satélite, em sétimo.

“Penso que terminar em sétimo é motivo de satisfação,” confessou Crutchlow. “Foi um bom início de época tendo em conta que não tenho experiência de competição com a Honda. O pessoal com que estava a lutar roda com uma Honda de fábrica há muito mais tempo que eu e todos vimos como eles lutaram também. Ficar a pouco mais de um segundo do Dani Pedrosa e a cinco do Marc Márquez mostra bem que lutámos todos com problemas de aderência traseira no Qatar.”

“Mas creio que era o nosso ritmo para o fim‑de‑semana e dificultei as coisas para mim com alguns erros que cometi no início da corrida, mas o meu ritmo foi bom e consistente. Se tivesse seguido com os da frente talvez pudesse ter terminado em quarto ou quinto.”

“Temos de melhorar para Austin, aprender com esta corrida e ver o que podemos fazer lá. Vai ser complicado desafiar os da frente lá, mas estamos numa curva de aprendizagem. Não creio que tenhamos feito um mau trabalho e estou contente.”

Tags:
MotoGP, 2015, COMMERCIAL BANK GRAND PRIX OF QATAR, RAC, Cal Crutchlow, LCR Honda

Outras actualizações que o podem interessar ›