Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Iannone: “É importante estar na Q2”

Iannone: “É importante estar na Q2”

Iannone colocou a Ducati Team entre os três primeiros da categoria rainha no primeiro dia de trabalho no Circuito das Américas.

O italiano voltou a colocar a GP15 da Ducati Team em destaque neste primeiro dia de acção da segunda jornada da época, o Red Bull Grande Prémio das Américas. Andrea Iannone até esteve muito apagado na primeira sessão marcada pela chuva e na qual o colega de equipa Andrea Dovizioso impôs o ritmo ao apresentar o melhor tempo. Contudo, de tarde e já com piso seco, Iannone deu mostras de que o bom ritmo apresentado no Qatar não foi obra do acaso e terminou na terceira posição da tabela de tempos combinados com 2:05,190s, mais 0,355s que Marc Márquez.

“Estou muito contente com o segundo treino,” confessou o italiano. “Tive boas sensações com a moto, puxei forte e acabei em terceiro, o que não é nada mau porque amanhã as previsões são de chuva e é importante estar na Q2.”

“Já de manhã senti mais dificuldades porque não tive boas sensações. Não sei porquê, tive um problema na moto com um sensor, mas a equipa melhorou-a muito para a tarde, o que é importante. Amanhã volto a testar a moto no molhado; espero que esteja resolvido.”

Tags:
MotoGP, 2015, RED BULL GRAND PRIX OF THE AMERICAS, FP2, Andrea Iannone, Ducati Team

Outras actualizações que o podem interessar ›