Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Moto3™: Uma nova oportunidade para Oliveira

Moto3™: Uma nova oportunidade para Oliveira

O português vai partir da pole para a corrida de Moto3™ na Argentina, uma nova oportunidade para chegar à glória.

O dia de treinos livres e cronometrados do Grande Prémio Red Bull da República Argentina de Moto3™ terminou com esperançosa pole position de Miguel Oliveira, a primeira da época da KTM.

Contudo, o português ainda não conseguiu pontuar esta época – o pior início de campanha desde que entrou para o Mundial – mas tal não foi por falta de competitividade. Na primeira corrida do ano no Qatar mostrou ser rápido ao longo de todos os treinos livres, mas na qualificação acabou por terminar atrasado e na primeira curva da corrida sofreu queda.
Duas semanas mais tarde, em Austin, Oliveira marcou presença na primeira linha da grelha com o segundo registo. O seu ritmo e o de Danny Kent (Leopard Racing) eram claramente superiores aos restantes, mas na corrida voltou a cair e deu por terminada a prova mais cedo quando rodava entre os da frente.

A juntar-se ao rendimento do piloto oficial da KTM neste início de época há ainda outros factores que também afectam o construtor austríaco: a renovada competitividade da Honda desde o arranque da temporada passada. Até então a KTM tinha dominado com mão de ferro a nova categoria que substituiu as 125cc, mas desde que a Honda começou a desenvolver segunda versão do protótipo apresentado em 2012 a verdade é que o panorama mudou um pouco na categoria mais baixa.

Na segunda posição da grelha estará Danny Kent (Leopard Racing). O britânico, líder da geral, tinha dominado as segunda e terceira sessões de livres do fim‑de‑semana.

Durante a qualificação acabou por ser surpreendido nos momentos finais pelo grande registo de Oliveira, mas olhando para a análise volta a volta de ambos fica claro que Kent roda com muita facilidade no segundo 49, coisa que não se passa com o luso. Além disso, o terceiro da grelha, Niccolò Antonelli, também registou mais voltas nos segundos 48 e 49 que Oliveira durante a qualificação.

Depois do pódio e da vitória conseguidos pelo piloto da Leopard Racing no Qatar e Austin, Kent continua a ser, para muito, o principal favorito para a corrida da Argentina. Já não é o seu ritmo, mas a serenidade que está a mostrar neste início de campanha.

Atrás do meritório terceiro lugar de Antonelli surge Efrén Vázquez (Leopard Racing), em quarto, isto depois do fiasco do espanhol nos cronometrados de Austin, há uma semana.

Ao lado de Vázquez na grelha de domingo estará Isaac Viñales. O catalão não está a ter o sucesso esperado; em Austin partiu da mesma segunda linha, mas na corrida não foi além de discreto nono lugar. A completar a segunda linha surge o colega de equipa de Oliveira Karel Hanika. Quem sabe se este não será o GP em que o piloto checo vai reagir, isto tendo em conta que está na sua segunda temporada completa na categoria e sem resultados de nota até ao momento.

Mas a qualificação também deu a conhecer surpresas menos positivas. Fabio Quartarato (Estrella Galicia 0,0) progrediu muito nos livres numa pista que não conhecia, mas o 16º posto da grelha soube a muito pouco.

Tags:
Moto3, 2015, GRAN PREMIO RED BULL DE LA REPÚBLICA ARGENTINA, QP, Miguel Oliveira, Niccolò Antonelli, Danny Kent

Outras actualizações que o podem interessar ›