Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Márquez: “Infelizmente tocámo-nos e caí…”

Márquez: “Infelizmente tocámo-nos e caí…”

O piloto da Repsol Honda Team liderou a corrida da Argentina da primeira à penúltima volta antes de cair após colisão com Valentino Rossi.

Marc Márquez caiu a uma volta do final, quando lutava com Valentino Rossi pela vitória. O piloto da Repsol tinha dominado a corrida, mas depois perdeu a liderança e viu-se no chão após colisão com o italiano na penúltima volta.

A vantagem de quatro segundos construída por Márquez após a partida acabou por se esvair com o desgaste do pneu duro que optou por montar na RC213V já na grelha de partida, e acabou depois por não conseguir fazer frente ao fortíssimo ritmo e recuperação de Rossi – que rodava com o composto extra duro – e que acabou por apanhar a três voltas do final. Uma volta depois o italiano passou para a frente, mas quando Márquez tentou recuperar a posição pela segunda vez bateu no rival e acabou no chão.

“O que aconteceu foi uma pena porque estávamos a ter uma boa corrida,” disse Marc Márquez. “Foi interessante porque tinha feito uma escolha de pneu diferente da do Valentino porque senti que não estávamos tão competitivos com o composto mais duro. A estratégia estava a funcionar bem para nós – só foi pena pelas duas últimas voltas. Quando vi que ele me estava a apanhar decidi poupar um pouco os pneus. Nas últimas voltas regressei ao segundo 39 para avaliar os pneus e sabia que podia lutar até ao final. Quando ele me apanhou lutámos durante algumas curvas e infelizmente tocámo-nos e caí. Disse sempre que ele é o meu ídolo e a minha referência, pelo que aprendemos sempre coisas com ele. Agora temos de pensar em Jerez e em recuperar pontos.”

Tags:
MotoGP, 2015, GRAN PREMIO RED BULL DE LA REPÚBLICA ARGENTINA, RAC, Marc Marquez, Repsol Honda Team

Acompanhe a história ›

Outras actualizações que o podem interessar ›