Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Rossi: “Temos muito que fazer”

Rossi: “Temos muito que fazer”

O líder do Mundial Valentino Rossi não teve um dia brilhante em Jerez, mas isso também já aconteceu em outras corridas este ano.

Valentino Rossi chegou à Europa e ao circuito de Jerez de la Frontera como líder da geral depois de duas vitórias e um terceiro lugar nas três primeiras corridas do ano, mas não conseguiu apresentar uma prestação de relevo neste primeiro dia de trabalho com vista ao Grande Prémio bwin de Espanha.

Contudo, e a avaliar pelas prestações apresentadas nas duas primeiras sessões de treinos livres das três rondas já levadas a cabo, o ritmo apresentado hoje não quer dizer grande coisa, já que os pódios de Rossi, este ano, surgiram sempre depois de fracos inícios de fins-de-semana.

“Foi um treino difícil, em particular de tarde,” reconheceu o piloto da Movistar Yamaha MotoGP. “Penso que podia ter terminado numa melhor posição, mas decidi usar a opção mais dura e trabalhar com esse pneu porque pensámos quer era o melhor para a corrida.”

“Infelizmente, o nível de prestação é muito baixo e os tempos por volta não são suficientemente bons, pelo que penso que o macio também pode ser uma opção, mas vai ser complicado. Com as temperaturas elevadas da tarde a pista faz com que patinemos muito e é difícil controlar a moto. Tivemos muitos problemas em aceleração por causa do patinar e a moto não está estável. Ainda não estamos bem com esta afinação, pelo que temos de tentar melhorar para a amanhã de manhã. Temos muito que fazer; diferente equilíbrio da moto, pneus diferentes e outras opções.”

Tags:
MotoGP, 2015, GRAN PREMIO bwin DE ESPAÑA, FP2, Valentino Rossi, Movistar Yamaha MotoGP

Outras actualizações que o podem interessar ›