Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Lorenzo continua a dominar no teste de Jerez

Lorenzo continua a dominar no teste de Jerez

Jorge Lorenzo, da Movistar Yamaha, terminou o teste oficial de Jerez em primeiro depois de ter dominado o GP de Espanha no fim‑de‑semana.

O primeiro teste oficial da época de MotoGP™, que se realizou nesta segunda-feira em Jerez, foi marcado por céu nublado e temperaturas quentes e com Jorge Lorenzo, da Movistar Yamaha, a voltar a liderar as tabelas de tempos depois de já ter dominado o fim‑de‑semana de corrida. O espanhol rodou em 1:38,516s

O colega de equipa Valentino Rossi ficou a apenas quatro centésimos de segundo de distância, na segunda posição. A equipa admitiu não ter tido grandes melhoramentos para avaliar, com ambos os pilotos a concentrarem-se mais na afinação das motos e a completarem 52 e 66 voltas, respectivamente.

Cal Crutchlow, da CWM LCR Honda, deu continuidade ao quarto posto da corrida de Jerez com a terceira marca de hoje (+0,306s). O britânico testou novos componentes de suspensão e trabalho na electrónica com a sua RC213V ao longo de 64 voltas.

Aleix Espargaró, do Team Suzuki Ecstar, completou 63 voltas para terminar em quarto (+0,382s) e fez uso do teste para ver se a equipa conseguia resolver os problemas de vibrações de que se queixou nas três corridas anteriores. A vibração pode ser causada por excesso de aderência, pelo que a formação queria saber se tinha solucionado o problema ou se tal se devia apenas à natureza escorregadia de Jerez.

Marc Márquez, da Repsol Honda, completou apenas quatro voltas, testando o novo braço oscilante, mas mesmo assim terminou o dia em quinto, a 0,460s de Lorenzo. Ele não rodou mais para evitar o risco de danificar ainda mais o dedo lesionado.

Bradley Smith, da Monster Yamaha Tech3, completou o Top 6, a 0,831s da frente, e bateu a melhor marca pessoal da qualificação. O britânico totalizou 41 voltas e terminou com três décimos de vantagem sobre o colega de equipa Pol Espargaró.

Várias formações Open fizeram uso do tempo de pista extra para trabalharem nas afinações da electrónica Magneti Marelli, enquanto Héctor Barberá, da Avintia Racing, recebeu novos componentes para testar com o objectivo de converter a Open GP14 na 14.1 com que o colega de equipa Danilo Petrucci corre.

Aprilia Racing Team Gresini estreou a caixa de velocidades totalmente seamless com Álvaro Bautista, enquanto Marco Melandri recebeu novo braço oscilante e chassis para testar. Bautista fez grandes progressos para terminar o dia em 11º, a 1,2s de Lorenzo, enquanto Melandri foi 22º.

Veja aqui os resultados do teste de Jerez.

Tags:
MotoGP, 2015, JEREZ MOTOGP™ OFFICIAL TEST

Outras actualizações que o podem interessar ›

motogp.com
A acção continua em Jerez

2 anos ago

A acção continua em Jerez