Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Kent domina primeiro dia de Le Mans

Kent domina primeiro dia de Le Mans

O britânico não pára e depois de ter conquistado a terceira vitória consecutiva do ano em Jerez entrou ao ataque em Le Mans.

Parece cada vez mais que não há quem trave Danny Kent. Líder isolado da geral e com três vitórias consecutivas este ano já em seu nome, o piloto da Leopard Racing começou o Monster Energy Grande Prémio de França da melhor forma.

Kent foi o mais rápido da manhã em Le Mans e, não satisfeito com isso, foi para a sessão vespertina de livres determinado a impor o ritmo. E foi isso mesmo que fez ao retirar mais de três segundos à sua melhor marca matinal para terminar o dia na primeira posição da tabela de tempos combinados com um registo de 1:42,731s.

Livio Loi, que levou a cabo uma manhã de trabalho mais modesta, apresentou-se muito forte durante a tarde. O belga da RW Racing GP chegou mesmo a liderar a tabela de tempos no final da segunda sessão de livres, mas já ao cair do pano acabou por ver o britânico superá-lo por pouco mais de um décimo de segundo.

Enquanto isso, o estreante sensação desta temporada voltou a dar que falar. Sem ceder perante a pressão de levar a cabo o primeiro Grande Prémio em casa, Fabio Qartararo parece mesmo ter tirado excelente partido do apoio do público local. O jovem de 16 anos da Estrella Galicia 0,0 foi um dos seis pilotos a passar pela liderança da segunda sessão de treinos desta sexta-feira, mas no final acabou por ter de se contentar com o terceiro posto, a 0,209s de Kent e com uns algo confortáveis três décimos de margem sobre os demais.

Atrás dele ficou o segundo piloto da Leopard Racing. O espanhol Efrén Vázquez não teve um fim‑de‑semana tão positivo como o desejado em casa, em Jerez, e o mesmo se pode dizer do treino matinal de hoje em Le Mans, mas de tarde refez a mão e apresentou-se bem mais forte. Mesmo tendo sido o único dos cinco primeiros a não passar pela liderança da tabela de tempos, Vázquez saltou da 21ª posição da FP1 para o quarto posto na FP2, posição em que logrou terminar na tabela de tempos combinados a quase seis décimos de Kent.

A fechar um Top 5 absolutamente dominado pela Honda ficou Enea Bastianini. O italiano da Gresini Racing Team Moto3 já tinha estado em bom plano na muito disputada sessão da manhã ao concluir em quarto e, apesar de ter perdido uma posição na tabela de tempos da tarde, a verdade é que retirou quatro segundos à marca pessoal de tarde e chegou mesmo a passar pela liderança do treino por duas vezes.

Quem parece estar a ter algumas dificuldades no circuito Bugatti é a armada da KTM. Romano Fenati, da SKY Racing Team VR46, foi o melhor representante do construtor austríaco tanto de manhã, como de tarde, mas apesar de ter aumentado o ritmo na FP2 em três segundos, tal não foi o bastante para repetir a posição matinal. Depois de ter sido segundo na FP1, o italiano ficou-se pela sexta posição, à frente dos oficiais da KTM Miguel Oliveira e Karel Hanika.

Oliveira, que assinou o primeiro pódio da época em Jerez com o segundo posto depois de se ter estreado a pontuar este ano na Argentina, começou o GP de França como tantos outros, com uma prestação modesta durante a manhã. Mas de tarde entrou no Top 10 ao garantir a sétima posição a 0,882s. A manter este tipo de progressão (retirou cinco segundos à marca pessoal) tem tudo para voltar a lutar por uma presença na primeira linha da grelha neste sábado.

Enquanto isso, Hanika melhorou ainda mais, retirando seis segundos ao registo pessoal para saltar de 25º para oitavo, à frente de Alexis Masbout, da Saxoprint RTG e do espanhol Jorge Navarro, da Estrella Galicia 0,0, que completou o Top 10.

Tags:
Moto3, 2015, MONSTER ENERGY GRAND PRIX DE FRANCE, FP2, Livio Loi, Fabio Quartararo, Danny Kent, Leopard Racing, RW Racing GP, Estrella Galicia 0,0

Outras actualizações que o podem interessar ›