Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Pilotos de Moto3™ preparam-se para enfrentar Le Mans

Pilotos de Moto3™ preparam-se para enfrentar Le Mans

Os quatro primeiros da Moto3™ juntaram para dizerem o que pensam antes do GP de França.

Apenas 44 pontos separam Danny Kent (GBR), Efrén Vázquez (SPA), Fabio Quartararo (FRA) e Enea Bastianini (ITA), os quatro primeiros do Campeonato. Kent está isolado com confortáveis 31 pontos de margem, enquanto os restantes três estão separados por 13 pontos.

Danny Kent (Leopard Racing) está a dominar o Campeonato até ao momento com três vitórias. Ele quer continuar desta forma em Le Mans: “Foi um grande início de época, três vitórias em quatro corridas, mas o ano é longo e tenho de continuar com os pés no chão. Vou continuar a trabalhar arduamente.”

Quando questionado sobre se a sequência de vitórias se deve a ele, ou à moto, Kent respondeu que é uma mistura de ambos: “O pacote é mesmo muito bom. Tenho trabalhado muito na minha forma física e perdi uns quilos. Tenho apenas tentado ser consistente.”

Efrén Vázquez ocupa a segunda posição atrás do colega de equipa. O basto espera reduzir os 31 pontos de atraso em Le Mans: “Tive um bom início de ano, mas não tão bom como o Danny! Mas estou contente com os dois pódios e o segundo lugar no campeonato.”

Como veterano da Moto3™, Vázquez foi questionado sobre o que pensa do novo sangue no campeonato: “O nível este ano está muito elevado, as motos estão mais equilibradas e está mesmo interessante para o campeonato. Os pilotos jovens estão cheios de energia e prontos para lutarem pela vitória. Para mim é mais complicado, por vezes a luta é comigo mesmo.”

O estreante da Moto3™ Fabio Quartararo (Estrella Galicia 0,0) está desejoso por correr em casa: “Só corri aqui no CEV uma vez, apenas uma corrida. Mas o nível dos pilotos neste campeonato é mais alto…”

Quanto o incidente de Jerez com Danny Kent, Fabio respondeu: “Em Jerez queria ganhar, mas foi impossível para o Danny na última curva. Mas vou voltar a tentar.”

Enea Bastianini (Gresini Racing Moto3), de 17 anos, acrescentou: “Tem sido difícil, a moto é nova para mim e tive alguns problemas. É o meu primeiro ano. Em Le Mans vou tentar o pódio, mas será complicado.”

Tags:
Moto3, 2015, MONSTER ENERGY GRAND PRIX DE FRANCE, Fabio Quartararo, Danny Kent, Enea Bastianini, Efren Vazquez, Leopard Racing, Gresini Racing Team Moto3, Estrella Galicia 0,0

Outras actualizações que o podem interessar ›