Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Má táctica pode ser determinante para líder do Campeonato

Má táctica pode ser determinante para líder do Campeonato

Chuva no final da qualificação da Moto3™ trocou as voltas à grelha com líder do Campeonato a partir bem de trás para o GP de França.

Como tantas vezes acontece no desporto motorizado, a estratégia foi determinante na qualificação deste sábado, com a má aposta do líder do Campeonato de Moto3™ Danny Kent a sair-lhe bem cara. O piloto da Leopard Racing deixou para tarde o ataque à pole para o Monster Energy Grande Prémio de França com a intenção de não ter pilotos a tirarem partido do seu cone de ar e de ter pista limpa.

Contudo, o tiro saiu-lhe pela culatra, com a chegada da chuva a impedi-lo de assinar um registo competitivo e a relegá-lo para 30º da grelha. Assim, o britânico terá tarefa árdua na corrida deste domingo para tentar a quarta vitória consecutiva da época, ou até mesmo para terminar no pódio.

Enquanto isso, a rodar em casa, o estreante sensação voltou a dar nas vistas. Fabio Quartararo já tinha apresentado bom andamento em Le Mans, mas só na FP2 é que tinha chegado aos três primeiros. Não satisfeito, o jovem da Estrella Galicia 0,0 puxou dos galões na qualificação para garantir a pole position em 1:44,763s. E nem mesmo a queda que sofreu depois o arredou a primeira posição da grelha, já que ninguém conseguiu superar a sua marca.

Absolutamente surpreendente foi a prestação de Jorge Navarro. O espanhol colega de equipa de Quartararo não tinha ido além da décima posição na FP2 de ontem, mas neste sábado apresentou-se muito forte para dar à Estrella Galicia 0,0 a dobradinha na primeira linha da grelha a 0,122s do francês.

Bem mais longe, e comprovando apenas o forte ritmo da dupla da Estrella Galicia 0,0, ficou Peco Bagnaia. O italiano da Mapfre Team Mahindra, tal como Navarro, só por uma vez chegou aos dez primeiros ao longo do fim‑de‑semana, mas esta tarde logrou melhorou o ritmo para garantir a terceira posição da grelha, se bem que a quase sete décimos de segundo da P1.

Quem também sobressaiu nesta tarde foi Jakub Kornfeil. No que parece ter sido uma total inversão da ordem esperada, também o piloto Drive M7 SIC superou rivais que nas sessões de livres tinham garantido melhores marcas. O checo foi o melhor piloto KTM e lidera a segunda linha da grelha a 0,812 da frente e com Romano Fenati quase colado. O italiano da SKY Racing Team VR46 parece estar a ter dificuldades em Le Mans e depois de ter caído nas tabelas de tempos desde a primeira até à terceira sessão de livres logrou ligeira melhoria para assegurar a quinta posição com a máquina do construtor austríaco.

Entretanto, e depois do que pareceu um início prometedor, a Ongetta-Rivacold viu os seus dois pilotos melhorarem substancialmente face os treinos livres. Jules Danilo foi sexto, a meros seis milésimos do italiano, enquanto Niccolò Antonelli ficou com a sétima posição, a 18 centésimos da segunda linha.

Já a mais de um segundo da frente, a 1,248s de Quartararo, surge o luso Miguel Oliveira. O piloto da Red Bull KTM não está a ter um fim‑de‑semana fácil no circuito Bugatti e só esta manhã conseguiu entrar nos três primeiros, mas não encontrou os argumentos necessários para manter a posição na qualificação e vai partir para a corrida de domingo do oitavo posto. Ao lado do português, e a fechar a terceira linha, parte Isaac Viñalles com moto da Husqvarna Factory Laglisse.

Já o colega de equipa de Oliveira, Karel Hanika, qualificou-se em 24º. Contudo, fruto das atitudes que teve em Jerez vai partir para a corrida da última posição da grelha.

A corrida de Moto3™ do Monster Energy Grande Prémio de França tem início pelas 11 horas locais.

Tags:
Moto3, 2015, MONSTER ENERGY GRAND PRIX DE FRANCE, QP, Jorge Navarro, Fabio Quartararo, Francesco Bagnaia, MAPFRE Team MAHINDRA, Estrella Galicia 0,0

Outras actualizações que o podem interessar ›