Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Quem vai travar Márquez?

Quem vai travar Márquez?

Três lugares por linha da grelha, três marcas diferentes na primeira… Mundial segue ao rubro após emocionante qualificação de MotoGP™.

Se já não havia dúvidas quanto ao ritmo e fiabilidade da Ducati GP15, agora as dúvidas começam a ser outras a cada fim‑de‑semana de MotoGP™… Qual será a marca a terminar no mais alto do pódio em cada jornada e pela mão de quem?

Assim está esta emocionante temporada de 2015 do Campeonato do Mundo de MotoGP™ com Honda, Yamaha e Ducati, no que toca aos construtores, Márquez, Lorenzo, Dovizioso e Rossi, no que toca aos pilotos, a darem sempre grande espectáculo e este sábado de qualificação em nada foi diferente. Ainda para mais com outros nomes a darem uma vez mais mostras que os pódios este ano não são favas contadas.

O Campeão do Mundo Marc Márquez voltou à pole position neste sábado em Le Mans depois de ter corrido lesionado em Jerez. Mas se as tabelas de tempos dão mostras de uma vantagem de 0,5s sobre os demais, isso não quer dizer nada, pois Lorenzo cometeu um erro na volta rápida que lhe custou preciosos décimos de segundo e se traduziu na terceira posição da grelha.

Junte-se a isso o grande nível apresentado pelo homem da Movistar Yamaha em Jerez e o facto de ter estado sempre no ritmo aqui em Le Mans, e temos todos os ingredientes para o que promete ser mais uma emocionante luta que, uma vez mais, deverá contar com a GP15.

Andrea Dovizioso, depois de uma prova abaixo das expectativas em Espanha, voltou a estar muito forte e parte do meio da primeira linha. O italiano esteve sempre na disputa do pódio nas três primeiras corridas do ano e a julgar pelo que fez até ao momento no circuito Bugatti deverá repetir a dose, principalmente após o que diz ter sido um teste privado positivo em Mugello.

Quem também promete dar nas vistas é Cal Crutchlow. O britânico da CWM LCR Honda foi o melhor piloto satélite deste sábado e deixou bem claro que não vai perdoar um deslize dos que estão à sua frente e estará seguramente de olhos postos na primeira oportunidade para regressar ao pódio.

Interessante de acompanhar deverá ser a prestação de Andrea Iannone. O italiano da Ducati Team também está a levar a cabo uma temporada positiva, mas não se encontra a 100% depois de ter deslocado o ombro em acidente sofrido num treino. Ainda assim, hoje foi quinto. Contudo, nesta matéria de regressos após lesões – ou ainda com mazelas como é o caso do transalpino – todas as atenções estarão certamente em Dani Pedrosa.

O colega de equipa do Campeão do Mundo na Repsol Honda esteve fora de acção durante três jornadas após ter sido operado ao síndroma compartimental e volta agora à acção. É bem sabido de todos a capacidade de recuperação do espanhol, e o oitavo lugar da grelha não deixa de ser mais uma prova disso. Ainda assim, resta agora ver o que é capaz de fazer ao longo da distância da corrida.

Pelo meio destes dois surgem Bradley Smith e o líder da geral Valentino Rossi. O jovem britânico da Monster Yamaha Tech3 já tinha sido o mais rápido na FP2 de ontem, mas hoje não conseguiu encontrar o mesmo nível de prestação para ir além da sexta posição da grelha. Enquanto isso, “The Doctor” parece ter muito trabalho de casa a fazer esta noite. O italiano da Movistar Yamaha MotoGP quedou-se pela primeira posição da terceira linha da grelha, pelo que terá de encontrar algo durante a noite para se apresentar mais competitivo na corrida de amanhã e terá de iniciar a recuperação desde o apagar das luzes, isto caso queira manter o pleno de pódios.

Já a Suzuki Team Ecstar apresentou-se um pouco abaixo do nível demonstrado há duas semanas. Desta feita apenas Aleix Espargaró conseguiu imiscuir-se com os 12 primeiros. O espanhol parte de 10º, atrás de Danilo Petrucci (Pramac Racing), ambos a terem passado primeiro pela Q1 e a conseguirem depois superar Yonny Hernández (Pramac Racing) e Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech3).

Tags:
MotoGP, 2015, MONSTER ENERGY GRAND PRIX DE FRANCE, Q2, Jorge Lorenzo, Marc Marquez, Andrea Dovizioso, Ducati Team, Repsol Honda Team, Movistar Yamaha MotoGP

Outras actualizações que o podem interessar ›