Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Pilotos de Moto2™ preparados para apanhar Zarco

Pilotos de Moto2™ preparados para apanhar Zarco

Muitos pilotos venceram corridas de Moto2™ este ano, mas a consistência de Zarco deu-lhe a liderança do campeonato à chegada a Mugello.

Cinco corrida tiveram quatro vencedores diferente no Moto2™, com Thomas Luthi a encabeçar o pódio em Le Mans. Esta foi a décima vitória da carreira do piloto suíço, que ocupa agora a segunda posição no campeonato. Contudo, é Johann Zarco que chega cheio de confiança ao autódromo de Mugello, com 89 pontos. Esta época, o piloto francês apenas terminou uma vez fora do pódio, no Qatar, devido a problemas técnicos. Com a grelha do Moto2™ mais próxima que nunca, tudo leva a crer que será uma longa e difícil luta pelo campeonato.
Em França, Tito Rabat continuou a melhorar a sua Kalex 2015, tendo arrecadado a segunda posição. No Grande Prémio italiano do ano passado, o espanhol conquistou a pole e venceu a corrida. Este ano irá correr o seu 150º Grande Prémio. Rabat é o único piloto da categoria que já venceu em Mugello na categoria de Moto2™.
Para Jonas Folger e Alex Rins o fim-de-semana em França foi duro. Folger, o único piloto que já venceu dois Grandes Prémios esta temporada, caiu e não somou pontos pela segunda vez este ano. A inconsistência que tem demonstrado poderá sair cara para as aspirações no Campeonato e o regresso aos pontos em Mugello é crucial.
A primeira pole da carreira de Alex Rins voltou a demonstrar que apesar das dúvidas quando estava no Moto3™, o espanhol é um sério adversário. Um mau arranque e uma queda quando estava a lutar com Morbidelli e o companheiro de equipa Salom manchou o fim-de-semana, com Rins a falhar os pontos pela segunda corrida consecutiva.
Morbidelli conseguiu conquistar fans com uma emocionante corrida em França, onde o italiano mostrou como pode ser agressivo  na luta com Rins e Salom. O piloto está ansioso pela ronda caseira e espera conseguir um pódio em casa. Nas cinco corrida que realizou até agora, Morbidelli terminou sempre em quinto, à excepção da tirada em que conquistou o sexto posto.
Outro italiano irá juntar-se à grelha para uma corrida caseira, no regresso de Mattia Pasini ao Moto2™ como wild card da equipa Gresini. Pasini alcançou a vitória na categoria de 250cc em Mugello, em 2009. Uma série de maus resultados na Moto2™ acabaram, contudo, por o deixar sem equipa este ano. Sem nada a perder, Pasini poderá dar luta aos outros pilotos, numa tentativa de impressionar as equipas e regressar à grelha.
Mugello não é apenas a ronda caseira para os pilotos italiano, mas também para a máquina Speed Up. Sam Lowes já conseguiu levar a moto à quarta posição do campeonato, apenas a três pontos de Folger. Em 2014, o britânico conseguiu pela primeira vez chegar à linha da frente do Moto2™ e esperará agora repetir o feito, depois de nas duas últimas corrida ter ficado desiludido com a problemas nos pneus.
Dominique Aegerter foi um dos muitos piloto que deu o salto da Suter para a Kalex, mas o suíço não tem tido uma vida fácil e até agora apenas marcou dez pontos. Uma situação que contrasta com a do seu companheiro de equipa Luthi que também fez a mesma mudança, mas já conseguiu alcançar uma vitória e um pódio nesta época. Aegerter terminou em quinto em Mugello no ano passado, numa das oito vezes que conseguiu ficar entre os cinco primeiros.
A corrida de Moto2™ do Grande Prémio de Itália TIM irá realizar-se no dia 31 de maio, a partir das 12:20 locais.

Tags:
Moto2, 2015, GRAN PREMIO D'ITALIA TIM

Outras actualizações que o podem interessar ›