Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Iannone: “Necessito de força, o que de momento não tenho”

Iannone: “Necessito de força, o que de momento não tenho”

Iannone foi quarto nesta sexta-feira, mas reforçou o bom momento da Ducati em Mugello.

Andrea Iannone, mesmo a ressentir-se ainda de lesão no ombro contraída antes de Le Mans, mostrou-se a muito bom nível e contribuiu de forma determinante para a boa prestação da Ducati neste primeiro dia de trabalho com vista ao GP em casa.

“Esperava estar em melhores condições, mas ao invés estou a ter de fazer um grande esforço nesta pista, mais do que esperava,” reconheceu Iannone. “Não é tanto uma questão de dores, mas antes de necessitar de muita força o que, de momento, não tenho. Não sou capaz de mover o meu ombro esquerdo como queria e por isso estou a perder muito tempo nas mudanças de direcção; e há muitas em Mugello! Tenho de cerrar os dentes e dar o meu melhor. Quanto à moto, estou muito satisfeito; sabíamos que a GP15 seria competitiva aqui. Apenas lamento não estar nas melhores condições para tirar o máximo  partido dela.”

Tags:
MotoGP, 2015, GRAN PREMIO D'ITALIA TIM, FP2, Andrea Iannone, Ducati Team

Outras actualizações que o podem interessar ›