Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Rabat bate recorde de Mugello

Rabat bate recorde de Mugello

O Campeão do Mundo está a voltar à boa forma e começou fim‑de‑semana de Itália com melhor tempo de sempre da Moto2™ em Mugello.

O Campeão do Mundo de Moto2™ Tito Rabat não teve grande início de época de defesa do ceptro, mas tem vindo a melhorar as prestações e depois dos dois pódios de Jerez e Le Mans, terceiro e segundo lugar respectivamente, apresentou-se muito forte nesta sexta-feira para iniciar o Grande Prémio de Itália TIM com o pé direito.

O espanhol da Estrella Galicia 0,0 Marc VDS nem tinha sido o mais rápido da manhã, tinha-se quedado pela terceira marca, mas mostrou-se imparável durante a tarde e não só terminou o dia na frente da tabela de tempos combinados, como assinou a melhor volta de sempre de uma Moto2™ ao circuito de Mugello ao rodar nuns impressionantes 1:52,311s.

Rabat superou assim o recorde de 1:52,369s estabelecido por Pol Espargaró na qualificação para o GP de 2012, como se impôs a Johann Zarco pela mais curta das margens: apenas um milésimo de segundo!

Rabat desde cedo mostrou ao que vinha na FP2, ao assumir o comando ao cabo de sete minutos de trabalho, mas antes de se sagrar o mais rápido de sempre na pista italiana teve ainda de se ver com Thomas Luthi e com Zarco. O suíço da Derendinger Racing Interwetten acabou por ter de se contentar com a quarta posição (+0,354s), atrás de Sam Lowes (Speed Up Racing), o único piloto Speed Up a conseguir imiscuir-se entre as 14 Kalex que compuseram a lista dos 15 primeiros. Já o gaulês da Ajo Motorsport, depois de perder a liderança, levou a luta até final, o que deixa antever animado duelo neste sábado.

Enquanto isso, Simone Corsi levou a montada da Athinà Forard Racing ao quinto lugar a uns bem mais distantes seis décimos de segundo da frente e com o nipónico Takaaki Nakagami, da Idemitsu Honda Team Asia, em sexto, a mais dois décimos.

Com todos os pilotos do Top 15 a apresentarem melhorias da manhã para a tarde, Axel Pons (AGR Team) não foi excepção e com uma melhoria de um segundo saltou do 15º posto da manhã para o sétimo lugar da tabela de tempos combinados, isto enquanto Axel Rins, da Páginas Amarallias HP 40 deu um salto ainda mais significativo da 22ª posição matinal para o oitavo posto vespertino ao retirar 1,4 segundos à sua melhor marca – a melhoria mais significativa de todo o pelotão.

Atrás do espanhol e a fechar a lista dos dez primeiros ficaram Simone Cortese (Dynavolt Intact GP) e Xavier Simeon (Federal Oil Gresini Moto2), o último a rodar a menos de um segundo da volta canhão de Rabat.

Veja os resultados combinados da Moto2™.

Tags:
Moto2, 2015, GRAN PREMIO D'ITALIA TIM, FP2, Johann Zarco, Sam Lowes, Tito Rabat, Ajo Motorsport, EG 0,0 Marc VDS, Speed Up Racing

Outras actualizações que o podem interessar ›