Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Lowes aniquila recorde da pole de Moto2™ em Mugello

Lowes aniquila recorde da pole de Moto2™ em Mugello

O britânico esteve imperial na qualificação de Moto2™ deste sábado ao bater o recorde do traçado de Mugello em mais de um segundo.

Num sábado marcado por surpresas e recordes de pole position, a qualificação da Moto2™ não podia ser diferente. Sam Lowes, da Speed Up, já tinha dado mostras de bom andamento ao liderar a FP1 e ao terminar os livres na segunda posição da geral, mas poucos seriam capazes de antever um ritmo tão forte como o apresentado.

O britânico não se contentou com a segunda pole da época, tão pouco com o recorde da pole position em Mugello; Sam Lowes aniquilou por completo a anterior melhor volta do circuito em mais de um segundo. O anterior recorde de 1:52,369s, assinado por Pol Espargaró em 2012, foi pulverizado pelos 1:51,514s de Lowes… 0,8 segundos mais rápido!

É certo que o britânico só se impôs no final da sessão e que até lá nem sequer tinha passado pela pole provisório, mas com um ritmo tão avassalador era difícil alguém o superar. Ainda assim Lowes não foi excepção este sábado, já que foram 11 os pilotos a rodar abaixo da anterior recorde do circuito!

Dominique Aegerter, da Technomag Racing Interwetten, foi a principal vítima do piloto da Speed Up. Líder da tabela de tempos nos minutos finais da sessão, o suíço viu-se batido por 0,342s e assim relegado para a segunda posição da grelha, com meros 0,018s de vantagem sobre o Campeão do Mundo Tito Rabat, da Estrella Galicia 0,0 Marc VDS. Ainda assim, uma grande surpresa por parte de Aegerter que este ano ainda não tinha conseguido melhor que o nono posto da grelha em Austin.

Thomas Luthi, que assinou três das melhores voltas da sessão, acabou por se ver relegado para a liderança da segunda linha depois de terminar a 0,365s da frente e a meros 0,005s do terceiro posto com a máquina da Derendinger Racing Interwetten.

Enquanto isso, Luis Salom (Páginas Amarillas HP 40) levou a melhor sobre o líder do Campeonato Johann Zarco. O gaulês da Ajo Motorsport foi sexto, a 0,626s da pole, a sua pior qualificação do ano depois da nona posição conquistada no GP de Espanha. Contudo, dessa feita foi segundo, pelo o desfecho deste sábado nada quererá dizer em relação ao que poderá fazer na corrida de domingo.

Ainda abaixo da anterior melhor marca da pista, entre as sétima e 11ª posições, terminaram respectivamente Simone Corsi (Athinà Forward Racing), Xavier Simeon (Federal Oil Gresini Moto2), Alex Rins (Páginas Amarillas HP 40), Axel Pons (AGR Team) e Sandro Cortese (Dynavolt Intact GP).

Julian Simon (QMMF Racing Team), Jonas Folger (AGR Team) e Hafizh Syahrin (Petronas Raceline Malaysia) foram os restantes três pilotos a rodarem a menos de um segundo da frente, com o malaio a garantir a 14ª posição da grelha para o que deverá ser uma corrida de Moto2™ imprópria para cardíacos a partir das 11h20 locais de domingo.

Tags:
Moto2, 2015, GRAN PREMIO D'ITALIA TIM, QP, Tito Rabat, Dominique Aegerter, Sam Lowes, EG 0,0 Marc VDS, Technomag Racing Interwetten, Speed Up Racing

Outras actualizações que o podem interessar ›