Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Márquez: “É claro que estou desapontado com a queda”

Márquez: “É claro que estou desapontado com a queda”

O Campeão do Mundo sofreu a segunda queda do ano quando lutava pelo pódio em Mugello e acabou a zeros.

Marc Márquez teve um fim‑de‑semana para esquecer. Depois de ter ficado fora dos 12 primeiros da grelha pela primeira vez ao não ir além da terceira marca na Q1 de sábado, o espanhol da Repsol Honda deu tudo para chegar ao pódio, mas acabou por perder a frente e cair quando lutava pela segunda posição no Grande Prémio de Itália TIM.

“É claro que estou desapontado com a queda,” disse Márquez com frontalidade. “Fiz o trabalho mais difícil da corrida, que foram as primeiras voltas. Era o meu plano, puxar forte no início para tentar chegar à frente e ao cabo de duas ou três voltas era segundo. Estou contente com isso porque temos velocidade, mas ao fim de cinco ou seis voltas voltei a ter o mesmo problema, a patinar à entrada das curvas, e não consegui gerir durante a corrida.”

“Estava a rodar muito com o pneu da frente, sempre no limite e quando é assim por vezes acontecem coisas destas. Mas trabalhámos arduamente durante o fim‑de‑semana e encontrámos algo, mas continuamos a ter o maior problema e temos de encontrar alguma solução para as próximas corridas. Mas como disse em Le Mans, não vamos mudar de uma corrida para a outra, precisamos de tempo e quilómetros para compreendermos o que se passa.”

Tags:
MotoGP, 2015, GRAN PREMIO D'ITALIA TIM, RAC, Marc Marquez, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›