Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Rabat dá novo ânimo ao Mundial de Moto2™

Rabat dá novo ânimo ao Mundial de Moto2™

O Campeão do Mundo de Moto2™ assinou primeira vitória do ano e ascendeu à segunda posição do Campeonato.

A prestação de Tito Rabat na corrida deste domingo em Mugello foi algo semelhante à época do Campeão do Mundo de Moto2™ até ao momento. O começo não foi positivo, com o espanhol a perder posições depois de partir de terceiro para chegar a rodar em sétimo, mas com o passar das voltas foi recuperando para chegar à liderança.

É certo que em termos de Campeonato o piloto da Estrella Galicia 0,0 Marc VDS ainda não conseguiu chegar à liderança, e ainda está longe dela com os 31 pontos de atraso que leva para Johann Zarco, mas está claramente em crescendo e depois do terceiro lugar em Espanha e do segundo em França, logrou agora o primeiro triunfo da temporada em Mugello após uma corrida brilhante.

A chegada à primeira posição da corrida ocorreu à quarta volta, mas antes de poder festejar viu-se ainda relegado para o segundo posto por um competitivo Dominique Aegerter durante duas voltas. Contudo, à sétima passagem pela meta o espanhol já tinha regressado ao primeiro posto e, a partir daí, não mais saiu da cabeça da corrida até final para vencer com 0,308s de vantagem.

Enquanto isso, atrás dele o líder do Campeonato Zarco recuperava terreno desde sexto posto da grelha para, depois de superar o rival suíço da Technomag Racing Interwetten na décima volta, ir atrás do segundo triunfo da temporada. Contudo, o gaulês da Ajo Motorsport acabou por pensar no panorama geral do Campeonato e optou por garantir os importantes 20 pontos da segunda posição naquele que é já o seu quinto pódio consecutivo.

Entretanto, Aegerter, que partiu de segundo e chegou a liderar por três vezes, não conseguiu igualar o impressionante ritmo dos dois primeiros e cruzou a meta em terceiro, a uns distantes 5,280s da frente. Um resultado muito positivo para Dominique que se estreou nos três primeiros este ano depois de cinco prestações muito modestas onde o 10º lugar de há duas semanas em Le Mans é o segundo melhor resultado que conseguiu até ao momento em 2015.

Bem perto, a 0,274s, terminou Sam Lowes. O britânico da Speed Up Racing tem dado muito que falar este ano, mas a irregularidade tem sido uma constante, com resultados tão díspares como uma vitória, um 20º lugar e uma desistência, e esta jornada transalpina não foi diferente. Depois de garantir a pole position Lowes não conseguiu transpor para a corrida o ritmo da qualificação e terminou na quarta posição. Ainda assim, com a desistência de Thom Luthi (Derendinger Racing Interwetten) ocupa agora o quarto posto da geral a apenas um ponto da terceira posição do suíço.

Na quinta posição ficou Luis Salom (Páginas Amarillas HP 40), o melhor resultado da época do espanhol, enquanto Xavier Simeon (Federal Oil Gresini Moto2), Julian Simon (QMMF Racing Team), Sandro Cortese (Dynavolt Intact GP), Axel Pons (AGR Team) e Lorenzo Baldassari (Athinà Forward Racing) a serem os restantes nomes dos dez primeiros, com Baldassari a ser o melhor piloto da casa.

Em termos de Campeonato, Zarco lidera com 109 pontos, seguido de Rabat a 31 pontos, e com Luthi (68), Lowes (67) e Jonas Folger (57) a completarem o Top 5.

Tags:
Moto2, 2015, GRAN PREMIO D'ITALIA TIM, RAC, Tito Rabat, Dominique Aegerter, Johann Zarco, EG 0,0 Marc VDS, Technomag Racing Interwetten, Ajo Motorsport

Outras actualizações que o podem interessar ›