Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Luta pelo título da Moto2™ continua na Catalunha

Luta pelo título da Moto2™ continua na Catalunha

A Moto2™ já viu cinco vencedores diferentes nos últimos cinco anos em Barcelona, enquanto Rabat promete ser o primeiro repetente.

O circuito da Catalunha viu Tito Rabat terminar no pódio em 2013 e 2014, sendo que no ano passado com convincente prestação desde a pole até ao triunfo. Em Mugello o espanhol regressou ao mais alto do pódio pela primeira vez desde Misano 2014 e reacendeu a defesa do ceptro da Moto2™. O triunfo em Mugello foi também o primeiro por parte de um Campeão do Mundo em título na categoria intermédia desde que Marco Simoncelli venceu a corrida de 250cc de Phillip Island em 2009.

Johann Zarco levou a cabo forte prestação em Mugello, recuperando de fraca posição na grelha para desafiar Rabat pela vitória até à última curva. A pista de Barcelona já assistiu a diversos resultados por parte do gaulês, que foi primeiro em 2011, mas foi penalizado em 20 segundos por ultrapassagem ilegal. Ele foi terceiro na Moto2™ no ano passado e até agora tem mostrado consistência com cinco pódios consecutivos.

A época de 2015 tem sido de altos e baixos para Jonas Folger; o germânico já venceu por duas vezes, mas também ficou a zeros por três vezes. Em 2011 ele foi terceiro na corrida de 125cc na Catalunha, mas não terminou a corrida de Moto2™ do ano passado. Mais vitórias e melhor consistência podiam fazer de Folger um candidato ao ceptro.

No início do ano Alex Rins parecia ser um candidato ao título, mas depois das desistências de França e Espanha o piloto tem estado um pouco apagado. As prestações de Rins não deixam, contudo, de ser fantásticas enquanto estreante da Moto2™; o espanhol é sexto da geral, com o antigo colega de equipa Alex Márquez e Campeão do Mundo de Moto3™ de 2014 a ser o segundo melhor estreante em 17º.

O GP da Catalunha do ano passado viu Mika Kallio terminar às portas do pódio, em quarto a 0,2s do terceiro. O finlandês teve época difícil desde que passou para a Italtrans Racing Team, lutando com o quadro de 2015 da Kalex. Ele e o colega de equipa fizeram alterações em Mugello, mas um azarado acidente impediu-o de avaliar as alterações ao longo da distância da corrida.

Sam Lowes, da Speed Up, continua a dar muita luta contra o impressionante número de motos da Kalex na grelha da Moto2™. O braço oscilante de alumínio, introduzido no defeso, bem como melhor conhecimento das pistas, levaram o britânico a conseguir terminar nos cinco primeiros em três corridas desta época. No ano passado Lowes caiu na primeira volta em Barcelona.

O Grande Prémio Monster Energy da Catalunha de Moto2™ tem início com os treinos livres pelas 10h55 locais de sexta-feira.

Tags:
Moto2, 2015, GRAN PREMI MONSTER ENERGY DE CATALUNYA

Outras actualizações que o podem interessar ›