Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Quem foi 3º na Moto2™ no ano passado no #CatalanGP?

Quem foi 3º na Moto2™ no ano passado no #CatalanGP?

Todos os dados de relevo da Moto2™ para que possa impressionar os amigos antes do Grande Prémio Monster Energy da Catalunha.

Aqui tem um conjunto de factos e dados interessantes da corrida de Moto2™ no Circuito de Barcelona:

  • As cinco corridas de Moto2™ que se disputaram no circuito da Catalunha terminaram com cinco vencedores diferentes: 2010 – Yuki Takahashi, 2011 – Stefan Bradl, 2012 – Andrea Iannone, 2013 – Pol Espargaro, 2014 – Tito Rabat.
  • Além de Rabat na Moto2™ no ano passado, os únicos outros pilotos a terem ganho Grandes Prémios na Catalunha e actualmente a competir a tempo inteiro na Moto2™ são Luis Salom, em 2013, e Alex Márquez, em 2014, ambos na Moto3™.
  • Johan Zarco foi terceiro no ano passado na corrida de Moto2™ na Catalunha – o seu primeiro pódio no circuito. Zarco foi também o primeiro piloto a cruzar a linha de meta na corrida de 125cc de 2011, mas foi penalizado por ultrapassagem ilegal, o que acabou por o relegar para sexto. Zarco esteve no pódio nas últimas cinco corridas; é o primeiro francês a terminar no pódio em cinco ou mais corridas consecutivas na categoria intermédia desde que Olivier Jacque assinou nove pódios seguidos em 2000 a caminho do ceptro das 250cc.
  • Tito Rabat terminou no pódio nos últimos dois anos no GP da Catalunha; ele qualificou-se na pole e venceu a corrida do ano passado e foi segundo em 2013 a apenas 0,081s de Pol Espargaró e após longa batalha entre ambos. O triunfo de Rabat em Mugello foi o primeiro do espanhol desde a vitória no GP de São Marino do ano passado e a primeira por parte de um Campeão do Mundo em título da categoria intermédia desde que Marco Simoncelli venceu a corrida de 250cc de Phillip Island em 2009.
  • Tom Luthi estreou-se nos pódios dos Grandes Prémios no circuito da Catalunha ao terminar em segundo na classe de 125cc em 2003. Ele terminou no pódio por três vezes na Moto2™ na Catalunha: foi segundo em 2010 e 2012 e terceiro em 2013. No ano passado foi quinto após ter perdido duas posições na última volta. A queda de Luthi em Mugello foi a primeira vez em que o piloto ficou a zeros desde o acidente que sofreu no ano passado em Indianápolis.
  • A segunda posição de Alex Rins na corrida de Moto3™ de há dois anos foi a única vez que o piloto terminou a corrida no circuito da Catalunha.
  • O terceiro lugar de Dominique Aegerter em Mugello foi o primeiro pódio do piloto desde que foi terceiro em Indianápolis no ano passado.
  • Mika Kallio terminou no pódio da Catalunha apenas por uma vez em 13 partidas para Grandes Prémios; foi terceiro na corrida de 125cc de 2005. No ano passado foi quarto na corrida de Moto2™ da Catalunha, o seu melhor resultado na classe no traçado.
  • O estreante de Moto2™ Jesko Raffin celebra o 19º aniversário no primeiro dia de treinos do Grande Prémio da Catalunha.
  • Azlan Shah terminou o GP de Itália em 15º para somar o primeiro ponto em GPs. Ele é apenas o terceiro malaio a somar pontos na categoria intermédia dos Grandes Prémios, juntando-se assim ao actual piloto de Moto2™ Hafizh Syahrin e Shahrol Yuzi, que competiu nas 250cc entre 2000 e 2002.
Tags:
Moto2, 2015, GRAN PREMI MONSTER ENERGY DE CATALUNYA

Outras actualizações que o podem interessar ›