Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Rabat fractura clavícula em acidente de treino

Rabat fractura clavícula em acidente de treino

Tito Rabat foi operado após ter fracturado a clavícula num acidente de treino no sábado.

Rabat partiu a clavícula direita na sequência de acidente de treino sofrido no circuito de Almería, em Espanha. A queda teve lugar devido a falha mecânica quando o Campeão do Mundo de Moto2™ travava para a Curva 1.

O espanhol de 26 anos foi inicialmente tratado no circuito, mas depois viajou para Barcelona onde foi operado para colocar uma placa na fractura ao final do dia de sábado.

A cirurgia foi levada a cabo pela equipa médica do MotoGP™, pelos Drs. Xavier Mir e Angel Charte, no Hospital University Quirón Dexeus e foi bem sucedida.

Rabat já está de volta aos treinos para estar apto para a nona jornada do Campeonato do Mundo de Moto2™ que tem lugar no próximo fim‑de‑semana em Sachsenring, na Alemanha.

Tito Rabat: “Estava a fazer o meu treino normal em Almería quando surgiu um problema na moto quando estava a travar para a primeira curva e fui ao chão com força. Soube desde logo que tinha fracturado alguma coisa e o pessoal médico do circuito confirmou-o. Falei de imediato com o Dr. Angel Charte para preparar as coisas antes de me enfiar no avião para Barcelona. Com Sachsenring a poucos dias de distância era importante colocar uma placa na fractura o mais depressa possível para ter o máximo de tempo de recuperação. A operação foi um sucesso e vou estar mesmo apto para correr na Alemanha, prova após a qual teremos uma paragem de três semanas durante a qual vou poder recuperar totalmente. Queria agradecer ao pessoal médico de Almería pela assistência que me foi dada após o acidente e ao Dr. Xavier Mir e sua equipa que, uma vez mais, fez um trabalho fantástico.”

Dr. Xavier Mir: “A operação foi para tratar da fractura da clavícula direita do Tito Rabat, reduzindo os cinco fragmentos e fixando uma placa de titânio. O Tito foi também tratado a uma lesão no polegar esquerdo, com um enxerto de pele levado a cabo para substituir pele perdida no acidente. Ele sofreu também várias contusões menores na queda. O Tito vai ficar no hospital por 48  horas, período durante o qual vai receber antibióticos por via intravenosa.”

Michael Bartholemy, Director Desportivo: “Os pilotos têm de treinar e há sempre risco envolvido, em especial quando treinam em pista e em velocidade. O Tito faz muitas voltas a Almería, normalmente sem incidentes, mas desta vez foi apanhado de surpresa numa das zonas mais rápidas do circuito devido a problema mecânico. Felizmente ele saiu do acidente apenas com uma fractura na clavícula; podia ter sido bem pior. Estou certo que será uma lesão desconfortável, em especial num circuito pára-arranca como Sachsenring, mas tenho também a certeza que só vai servir para motivar o Tito ainda mais. Depois da Alemanha ele terá três semanas para recuperar antes de irmos para os Estados Unidos para o Grande Prémio de Indianápolis.”

Tags:
Moto2, 2015, Tito Rabat, EG 0,0 Marc VDS

Outras actualizações que o podem interessar ›