Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Entrevista Spies: É um dos fins-de-semana mais importantes

Entrevista Spies: É um dos fins-de-semana mais importantes

A antiga estrela americana do MotoGP™ Ben Spies fala dos motivos que fazem do GP de Indianápolis tão importante para o Campeonato.

Ben Spies é tri-Campeão AMA de SBK, também já venceu o WorldSBK (2009) e competiu no MotoGP™, onde venceu a corrida de Assen de 2011, antes de terminar a carreira em 2013 devido a lesão. Spies falou com o motogp.com antes do Red Bull Grande Prémio de Indianápolis para dizer o que pensa da jornada.

Porque achas que Indianápolis é um GP tão importante?
“Indianápolis é uma pista muito importante para o MotoGP; é diferente de tudo o que os pilotos vêem ao longo do ano. É um daqueles fins-de-semana em que se podem ganhar ou perder muitos mais pontos que nas pistas europeias porque algumas pessoas podem ser mesmo muito boas aqui, e outras muito más porque é muito diferente. Pode ser uma pista muito importante para o campeonato. É um dos fins-de-semana mais importantes do ano; podemos ver o Jorge terminar em segundo e o Rossi em sexto e isso seria a loucura – já aconteceu muitas vezes no passado, pelo que será um fim‑de‑semana interessante em Indy!”

Quem achas que vai vencer a corrida?
“A não ser que algo de inacreditável aconteça, se tivermos o mesmo Márquez que tivemos em Assen e Sachsenring será ele a vencer, a não ser que cometa um erro. Se estiver nos cinco primeiros na primeira volta penso que ele ganha. Também na descarto o Pedrosa, com curvas lentas e rectas longas, o tamanho dele significa que pode fazer essas curvas um pouco mais devagar que todos os outros, recuperar a sua linha e ter melhor aceleração que todos os outros. As transições são a única coisa difícil para ele porque é muito pequeno; mover a moto de um lado para o outro pode ser complicado, mas continuo a pensar que o Márquez vai ganhar porque normalmente não é uma das pistas preferidas do Valentino, ele sente algumas dificuldades aqui. Isto significa que pode ser um grande fim‑de‑semana para o Jorge.”

E quem é que achas que vai ganhar o título deste ano?
“Se tivesse de apostar diria o Jorge. Ele está muito motivado; perdeu o título por dois anos e está claramente a rodar bem outra vez e esteve em bom plano nas pistas de que gosta, e controlou bem as coisas nas pistas de que não gosta. Vejo pela forma como está a treinar e a abordar tudo; está com uma plataforma muito melhor que a que teve nos últimos anos. A moto é boa e o Marc lutou com o novo chassis até trocar para o antigo. Diria que o Marc não pode vencer – nunca digo nunca – pelo nível a que o Jorge e o Valentino estão a rodar e pela moto que têm, que é melhor este ano. É preciso um Marc perfeito e depois o Jorge e o Valentino têm de fazer más corridas e não vejo isso acontecer. Consigo ver o Márquez vencer todas as corridas, ou o Jorge e o Rossi terem uma má corrida, mas não creio que seja possível tudo isso acontecer. Apenas acredito que o Jorge vai vencer. Ele é rápido e com as corridas que ainda faltam é nele que aposto.”

De onde virá o próximo americano do MotoGP?
“Estou a apoiar a próxima estrela america, o Cameron Beaubier. Ele é muito bom, super rápido, correu na Europa na Red Bull Rookies e o problema que teve é que na primeira época nas 125cc o colega de equipa dele foi um certo Marc Márquez e também sofreu uma lesão feia, pelo que acabou por perder toda essa temporada. Tem talento para desempenhar um grande papel nos Campeonatos do Mundo e estou a tentar levá-lo para o Campeonato.”

Tags:
MotoGP, 2015, RED BULL INDIANAPOLIS GRAND PRIX, Ben Spies

Outras actualizações que o podem interessar ›