Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Livio Loi estreia-se a vencer em corrida emocionante em Indy

Livio Loi estreia-se a vencer em corrida emocionante em Indy

O belga foi quem melhor usou da estratégia para vencer à frente de McPhee e Oettl no Red Bull Grande Prémio de Indianápolis.

A chuva que se fez sentir após o Warm Up no circuito de Indianápolis acabou por ser determinante para o resultado da corrida que até foi declarada como molhada antes da partida, isto apesar de o piso até ter começado a secar antes do apagar das luzes

Com as condições do piso a alterarem-se, Livio Loi optou por trocar para slicks ainda na grelha, enquanto John McPhee foi à box para montar os pneus de piso seco, o que o obrigou a largar do final da grelha. Contudo, tal não foi problema, já que amos acabaram para disparar para a frente do pelotão assim que a prova começou, ainda para mais quando o resto do pelotão optou por entrar nas boxes nas duas primeiras voltas para trocar de pneus. Tarde demais!

Loi assumiu o comando da corrida com a máquina da RW Racing GP para construir desde muito cedo uma impressionante vantagem de mais de 20 segundos que aumentou até final para terminar com 38,860s de margem, enquanto McPhee recuperava até segundo com a montada da SaxoPrint RTG para, tal como o belga, garantir o primeiro pódio da carreira.

Atrás deles terminou Philipp Oettl. O germânico da Schedl GP Racing cruzou a linha de meta a mais 18,921s de distância, com Romano Fenati, da SKY Racing Team VR46, a ser o piloto que mais beneficiou das condições climatéricas em termos de campeonato. O italiano terminou em quarto e subiu uma posição na geral enquanto o líder da geral Danny Kent (Leopard Racing) ficou a zeros, enquanto Enea Bastianini (Gresini Racing Team Moto3) foi sexto e Miguel Oliveira (Red Bull KTM Ajo) foi 15º.

Mas o resultado chegou a estar em dúvida já que a bandeira de chuva foi mostrada à 15ª volta e chegou a fazer pensar que se poderia assistir a uma reviravolta. Contudo, não só a chuva não se fez sentir com intensidade, como os pilotos usaram de cautela para evitarem quedas e manterem as posições até final.

Isaac Viñales (RBA Racing Team) foi quinto, seguido de Bastianini e com Niccolò Antonelli (Ongetta-Rivacold), Brad Binder (Red Bull KTM Ajo), Jorge Navarro (Estrella Galicia 0,0) e Jorge Martín (Mapfre Team Mahindra) completaram o Top 10.

Oliveira, que regressou de lesão, partiu da segunda posição, mas optou por trocar de pneus logo na primeira volta e acabou por perder muitas posições, ainda assim logrou terminar na 15ª posição. Melhor que Kent que só trocou de borrachas na volta seguinte e acabou por terminar em 21º, a primeira vez esta época em que não somou pontos. Ainda assim, um resultado que não o afectou em termos de Campeonato. Já Oliveira caiu para quarto.

Veja o resultado da Corrida de Moto3™ em Indianápolis.

Tags:
Moto3, 2015, RED BULL INDIANAPOLIS GRAND PRIX, RAC, John McPhee, Livio Loi, Philipp Oettl, RW Racing GP

Outras actualizações que o podem interessar ›