Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Moto3™ espera regressar à normalidade em Brno

Moto3™ espera regressar à normalidade em Brno

A particular e caótica corrida de Indianápolis terminou com três novas caras no pódio e com o líder da geral a zeros.

As apostas de pneus foram cruciais na corrida de Moto3™ do GP de Indianápolis, levando a um resultado final inesperado, Livio Loi (RW Racing GP), John McPhee (SAXOPRINT RTG) e Philipp Oettl (Schedl GP Racing) a terminarem no pódio pela primeira vez na carreira e os pilotos habituais da frente do pelotão a acabarem por ficar em posições que não lhes são habituais. Agora todos os olhos estão postos no bwin Grande Prémio da República Checa.

Pela primeira vez em 2015 Danny Kent (Leopard Racing) ficou a zeros depois de perder dois minutos e meio para trocar de pneus, cerce de um minuto mais que a média. Mesmo assim, o britânico continua a contar com 56 pontos de vantagem na frente da classificação. No ano passado Kent assinou o primeiro pódio da época em Brno ao terminar em terceiro, o seu melhor resultado na pista. E agora, numa época em que tem dominado, o britânico deverá estar na luta pela vitória.

Mas quem talvez tenha beneficiado mais com a situação de Indy foi Romano Fenati (SKY Racing Team VR46), que terminou em quarto e recuperou vários pontos. O italiano é agora terceiro na classificação e o melhor piloto KTM depois de Miguel Oliveira (Red Bull KTM Ajo) ter perdido uma posição na classificação ao terminar a corrida americana em 15º depois de também ter perdido algum tempo na troca de pneus.

Interessante de acompanhar será o fim‑de‑semana de Alexis Masbou (SAXOPRINT RTG). Vencedor no ano passado em Brno e da primeira corrida deste ano, o gaulês tem lutado para somar pontos desde então, mas pode ser que o triunfo do ano passado na prova checa seja motivação extra.

Segundo no Campeonato, Enea Bastianini (Gresini Racing Team Moto3) é outro piloto com sucesso no passado em Brno. Em 2014, ano de estreia na Moto3™, foi segundo. As oportunidades para ganhar pontos a Kent são cada vez menos e o italiano tem de tirar o melhor partido de cada uma delas.

Estão assim lançados os dados para o que promete ser mais uma emocionante jornada de Moto3™.

Tags:
Moto3, 2015, bwin GRAND PRIX ČESKÉ REPUBLIKY

Outras actualizações que o podem interessar ›