Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Lorenzo impõe-se em Silverstone

Lorenzo impõe-se em Silverstone

Jorge Lorenzo marcou o ritmo em Silverstone ao liderar a FP2 e a tabela de tempos combinados à frente de Marc Márquez e Bradley Smith.

O novo líder da classificação geral de MotoGP, Jorge Lorenzo, até pode ter começado o fim‑de‑semana do Octo Grande Prémio de Inglaterra na segunda posição depois de se ver batido pelo rival e compatriota Marc Márquez na sessão matinal, mas no treino vespertino foi o homem da Movistar Yamaha MotoGP quem marcou o andamento.

Lorenzo, que é o piloto mais bem sucedido em Silverstone com três triunfos, aumentou o andamento durante a tarde para parar o cronómetro em 2:02,338s. Um tempo que representou uma melhoria pessoal de 1,161s e de 0,773s face à marca mais lesta da manhã, o que não deixa de ser significativo quando se tem em conta as baixas temperaturas que se fizeram sentir também durante a FP1 – ar 19ºC, piso 28ºC.

Na segunda posição acabou por ficar o bi-Campeão do Mundo da Repsol Honda. Márquez, que está numa clara melhoria de forma após um complicado início de temporada, preciso de mais 0,033s para efectuar uma volta completa aos 5,9 km de Silverstone. 

Enquanto isso, a surpresa do dia foi o terceiro lugar de Bradley Smith. Tirando bom partido do factor casa, o piloto da Monster Yamaha Tech3 terminou o dia a 0,193s da frente depois de ter retirado 1,7s à sua anterior melhor marca pessoal, a mesma que o tinha levado ao sétimo posto durante a manhã.

Com todos os pilotos a darem o máximo para aumentarem o ritmo no que pode ter sido uma sessão de treinos livres decisiva para determinar a passagem directa à Q2 – as previsões para amanhã são de chuva – Dani Pedrosa foi o nome que se seguiu no ordenamento dos tempos. O piloto da Repsol Honda ficou a 0,235s da frente, também ele a melhorar o andamento em 1,7s.

A fechar a lista dos cinco primeiros ficou Andrea Dovizioso. O italiano da Ducati Team manteve a mesma posição da manhã, mas desta feita com um ritmo bem mais forte, para concluir o trabalho do primeiro dia a 0,423s da P1.

Atrás dele ficaram os irmãos Espargaró. Aleix, do Team Suzuki Ecstar, foi o mais lesto dos dois (+0,534s), com Pol a terminar em sétimo com a máquina da Monster Yamaha Tech3 a precisamente um décimo de segundo do irmão. Ainda assim, foi o segundo melhor piloto satélite e logrou superar Andrea Iannone. O italiano da Ducati Team teve uma tarde algo azarada, sofrendo queda sem consequências físicas na Curva 7, mas que o fez perder algum tempo de trabalho. Iannone terminou 0,881s de Lorenzo.

Enquanto isso, o segundo melhor piloto da casa foi Scott Redding. O piloto da Estrella Galicia 0,0 Marc VDS terminou na nona posição da tabela de tempos combinados (+0946s), superando o também líder da geral Valentino Rossi. O italiano da Movistar Yamaha MotoGP foi o último a rodar a menos de um segundo da frente e pode muito bem ter sido o último a garantir desde já a presença na Q2.

Veja os resultados da FP2 de MotoGP™ e também os resultados combinados do primeiro dia de acção em Silverstone.
 

Tags:
MotoGP, 2015, OCTO BRITISH GRAND PRIX, FP2, Bradley Smith, Marc Marquez, Jorge Lorenzo, Movistar Yamaha MotoGP

Outras actualizações que o podem interessar ›

motogp.com
Tributo a Garriga

1 ano ago

Tributo a Garriga