Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Márquez: “Testámos novo braço oscilante”

Márquez: “Testámos novo braço oscilante”

Marc Márquez terminou apenas a 0,053s de Jorge Lorenzo na sexta-feira depois de testar novo braço oscilante.

Márquez, da Repsol Honda, terminou a FP1 no topo e melhorou o ritmo na FP2, mas não logrou superar Jorge Lorenzo, da Movistar Yamaha. Esta é quarta jornada consecutiva que ambos terminam a sexta-feira nas duas primeiras posições. O espanhol também reservou algum tempo para avaliar novo braço oscilante para a RC213V, com os resultados a revelarem-se mistos.

Márquez rodou em 1:32,924s, melhorando em mais de quatro décimos face ao resultado da manhã e terminando com 0,334s de margem sobre o colega de equipa Dani Pedrosa.

Marc Márquez: “Penso que foi um dia muito positivo. A pista mudou muito em relação a quando cá estivemos a testar, tem muito menos aderência e tivemos alguns problemas que não sentimos na altura. Mas podemos estar contentes porque recolhemos muitos dados hoje e testámos novo braço oscilante que ajudou a Honda a compreender que direcção seguir no próximo ano. Não o vamos utilizar porque tem alguns pontos negativos, mas há aspectos positivos a tirar.”

Tags:
MotoGP, 2015, GRAN PREMIO TIM DI SAN MARINO E DELLA RIVIERA DI RIMINI, FP2, Marc Marquez, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›