Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Bastianini estreia-se a vencer em casa

Bastianini estreia-se a vencer em casa

Enea Bastianini conquista brilhante primeira vitória à frente de Miguel Oliveira e de Niccolò Antonelli e logo em casa.

Depois de ter conquistado a terceira pole position da carreira no sábado, Enea Bastianini levou a cabo corrida brilhante no Grande Prémio TIM de São Marino e da Riviera de Rimini para se estrear a vencer e logo em casa.

Sempre no grupo da frente, o piloto da Gresini Racing Team Moto3 começou por liderar a corrida, mas com sete pilotos inicialmente na luta pela vitória, o jovem italiano optou por uma estratégia mais cautelosa e deixou que outros se debatessem na frente do pelotão, poupando assim um pouco o pneu frontal macio que tinha montado na sua moto.

Enquanto isso, Brad Binder (Red Bull KTM Ajo), Romano Fenati (SKY Racing Team VR46) e Miguel Oliveira (Red Bull KTM Ajo) eram os primeiros a fazer frente a Bastianini na liderança da corrida antes deste voltar a assumir a primeira posição por breves instantes na sétima volta.

Bastianini voltava então a ceder a liderança, desta feita com Oliveira, Efrén Vázquez (Leopard Racing), Fenati e Niccolò Antonelli (Ongetta-Rivacold) a controlarem os procedimentos. Contudo, nesta altura da corrida o destaque ia para o português. Acabado de anunciar que em 2016 vai competir na Moto2™ com a Leopard Racing, Oliveira liderou a maior parte da segunda metade da corrida e chegou mesmo a dar a entender que iria assinar a terceira vitória da temporada.

Contudo, mesmo na última volta, Bastianini tirou excelente partido do cone de ar para passar Oliveira na Curva 11 e assim estrear-se a vencer na categoria mais baixa ao cabo de 33 Grandes Prémios.

Miguel Oliveira acabou por garantir o primeiro pódio desde a vitória em Assen ao terminar na segunda posição, a meros 0,037s da frente, enquanto Antonelli completou o pódio a 0,345s.

Enquanto isso, atrás dos três primeiros Fenati e Binder levavam a cabo animado duelo pelo quarto posto, com o italiano a acabar por levar a melhor sobre o sul-africano.

Já Danny Kent, que tinha regressado às vitórias em casa há duas semanas, assinou o terceiro pior resultado do ano com o sexto posto. O líder da classificação também esteve na luta inicial pela liderança, mas depois de ter excedido várias vezes os limites da pista viu-se penalizado pela Direcção de Corrida. O piloto da Leopard Racing teve de ceder uma posição quando rodava em sétimo, no final do grupo da frente, o que o fez perder quatro segundos. Ainda assim, melhor sorte que o colega de equipa Vázquez que sofreu queda na Curva 4, a nove voltas do final, quando rodava em quinto, o que o obrigou a desistir.

Alexis Masbou (Saxoprint RTG), Francesco Bagnaia (Mapfre Team Mahindra), Isaac Viñales (RBA Racing Team) e Philipp Oettl (Schedl GP Racing) completaram o Top 10.

Em termos de Campeonato do Mundo, Kent continua a liderar com 234, agora mais 55 que Bastianini. Fenati mantém a terceira posição (139), enquanto Miguel Oliveira subiu a quarto (134), com Antonelli em quinto (126), ambos por troca com Vázquez que caiu para sexto (116).

Veja aqui o resultado da Corrida de Moto3™ e a classificação do Campeonato.

Tags:
Moto3, 2015, GRAN PREMIO TIM DI SAN MARINO E DELLA RIVIERA DI RIMINI, RAC, Miguel Oliveira, Niccolò Antonelli, Enea Bastianini, Gresini Racing Team Moto3

Outras actualizações que o podem interessar ›