Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Márquez vence corrida emocionante em Misano

Márquez vence corrida emocionante em Misano

Marc Márquez foi quem melhor lidou com as complicadas condições climatéricas ao vencer em Misano à frente de Bradley Smith e Scott Redding.

Depois das complicadas condições climatéricas de há duas semanas em Silverstone, eis que os pilotos do MotoGP™ se depararam este domingo com condições ainda mais difíceis no Grande Prémio TIM de São Marino e da Riviera de Rimini, com o pelotão a trocar de slicks para pneus de chuva e depois outra vez para slicks numa jornada com várias estreias.

Desta feita foi o bi-Campeão do Mundo Marc Márquez quem melhor lidou com a situação e depois de não ter terminado a corrida de Silverstone devido a queda, levou a cabo fantástica prestação para se estrear a vencer na categoria rainha em Misano e dar à Honda aquela que foi apenas a segunda vitória da marca desde a introdução do circuito no calendário do Mundial em 2007.

Vindo da segunda posição da grelha, entre os pilotos da Movistar Yamaha MotoGP Jorge Lorenzo e Valentino Rossi, o espanhol da Repsol Honda começou por rodar em segundo, mas com a chuva a começar a fazer-se sentir e com o piso a ficar totalmente molhado, Márquez optou por deixar passar o líder da geral e descer para terceiro para garantir que entrava na box na mesma altura que os rivais da Yamaha para proceder à troca para pneus de chuva, o que sucedeu no final da 6ª volta.

Estava tudo em aberto, com Lorenzo a acabar por sair do pit lane à frente de Márquez, mas com Rossi a perder terreno e a regressar à pista em terceiro. No entanto, foi o italiano quem se adaptou mais depressa às borrachas de chuva e de imediato começou a ganhar terreno para passar Márquez e depois Lorenzo.

Quando parecia que estava tudo relativamente decidido, eis que a chuva pára e o piso continua a secar e enquanto os três primeiros se mantém em pista, vários são os que regressam ao pit lane pela segunda vez, agora para regressar aos slicks, uma aposta que provou ser a melhor, já que depressa começaram a rodar nove segundos mais rápidos que os primeiros.

Sem nada a perder, Márquez foi o primeiro a entrar para recuperar a moto de piso seco, à 18ª volta, enquanto Lorenzo e Rossi se mantinham em pista apesar das mensagens que lhes eram passadas desde o muro das boxes. O espanhol entrou primeiro que o líder da classificação geral, no final da 19ª volta, mas acabou por cair na Curva 15, na primeira volta com pneus slicks, isto enquanto Rossi dava por si a voltar à pista já sem oposição do colega de equipa, mas em quinto, posição que já não melhoraria.

Lorenzo, que no final foi ao centro médico para avaliar a condição física, acabava assim por ficar fora dos dois primeiros em Misano pela primeira vez na categoria rainha, enquanto por seu lado Rossi assinava o primeiro resultado do ano foram do pódio.

No meio de toda esta emoção, o pódio acabou por terminar com dois pilotos britânicos nas restantes posições, também eles a registarem estreias. Bradley Smith, da Monster Yamaha Tech3,  garantiu a primeira segunda posição da carreira na categoria rainha depois de ter sido o único a não trocar de moto durante toda a corrida, enquanto o compatriota Scott Redding, da Estrella Galicia 0,0 Marc VDS, se estreou no pódio com o terceiro lugar e depois de ter sofrido pequena queda no início da corrida. Curiosamente, o resultado representou também a vitória de Smith no que toca aos pilotos satélite e também entre os ingleses.

Atrás deles terminou um também absolutamente Loris Baz. O gaulês da Forward Racing, que foi um dos primeiros a regressar aos pneus slick depois da pista ter começado a secar, foi quarto e o grande vencedor entre os pilotos Open, enquanto Rossi fechou a lista dos cinco primeiros, a 33,196s da frente.

Danilo Petrucci (Octo Pramac Ducati), os pilotos da Ducati Team Andrea Dovizioso e Andrea Iannone, Dani Pedrosa (Repsol Honda Team) e Aleix Espargaró (Team Suzuki Ecstar) completaram o Top 10.

Em termos de Campeonato do Mundo, Rossi e Lorenzo continuam nas duas primeiras posições, agora com o italiano a somar 236 pontos, mais 23 que o espanhol. Márquez continua em terceiro (159), seguido de Iannone (150) e Dovizioso (120).

Veja o resultado da Corrida de MotoGP™ e a classificação do Campeonato do Mundo.

Tags:
MotoGP, 2015, GRAN PREMIO TIM DI SAN MARINO E DELLA RIVIERA DI RIMINI, RAC, Scott Redding, Marc Marquez, Bradley Smith, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›