Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Maverick Viñales e a necessidade de velocidade

Maverick Viñales e a necessidade de velocidade

Viñales sentiu de perto um tipo de velocidade diferente daquela a que está acostumado ao voar num F-18 antes do GP Movistar de Aragão.

Cumprindo um sonho de criança, antes do Grande Prémio Movistar de Aragão Maverick Viñales teve um baptismo de voo ao trocar a GSX-RR por um F-18 capaz de voar a mais de duas vezes a velocidade do som.

Viñales chegou à base aérea de Zaragoza aos comandos de uma superbike da Suzuki, mas nem mesmo a potência desta moto é o bastante para uma comparação taco a taco com um F-18. O Capitão J. Barcala conversou com Viñales durante mais de uma hora, explicando-lhe como lidar com as forças G extremas produzidas pelo avião de caça. O piloto da Suzuki recebeu ainda mais algumas dicas da Unidade ALA-15, que recebeu a estrela do MotoGP™ como um dos seus.

Depois foi chegada a altura de ir para os céus num voo de uma hora, com várias acrobacias e simulações de combate antes da viagem até ao circuito MotorLand Aragón. A viagem de Zaragoza a Aragão normalmente tem uma duração de pouco mais de hora e meia, mas no F-18 levou pouco mais de dez minutos. Os mecânicos estão acostumados ao rugido das 1000cc de MotoGP™, as até mesmo eles olharam para os céus.

Mas não foi um passeio no parque para Viñales: “Foi a melhor experiência da minha vida; não há nada que se compare a isto, nem mesmo a conquista do Campeonato do Mundo de Moto3™. É uma experiência única, de uma vida. Sinto-me privilegiado por a ter vivido.”

Tags:
MotoGP, 2015, GRAN PREMIO MOVISTAR DE ARAGÓN, Maverick Viñales, Team SUZUKI ECSTAR

Acompanhe a história ›

Outras actualizações que o podem interessar ›