Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Laverty: “Foi um dia muito importante”

Laverty: “Foi um dia muito importante”

Melhor Open na qualificação e corrida, Eugene Laverty saiu satisfeito do Grande Prémio Movistar de Aragão.

Ao longo de boa parte de 2015 Eugene Laverty tem mostrado laivos de velocidade, entrando por várias vezes no Top 10 das tabelas de tempos dos treinos livres. Mas pequenos problemas nas qualificações e corrida têm afectado o piloto da Aspar MotoGP Team e têm levado a várias jornadas frustrantes. Mas o irlandês manteve a concentração e continuou a puxar forte em todas as rondas, com o árduo trabalho a dar frutos no GP de Aragão.

Depois de se ter qualificado como melhor piloto Open pela primeira vez, Laverty iniciou a corrida de 23 voltas em Aragão com tranquilidade e sabendo que era capaz de lutar pelo triunfo da Open. A corrida de domingo foi renhida, com todas as Open da frente a trocarem de posições em quase todas as voltas. No final foi Laverty quem levou a melhor ao concluir a prova em 14º da geral e como melhor piloto Open, a primeira vitória do irlandês esta época.

Eugene Laverty: “Estou muito contente com o resultado da corrida aqui em Aragão. A qualificação foi fantástica, mas é só uma volta, o domingo foi muito importante porque estivemos fortes ao longo das 23 voltas. Estava habituado a lutar pelas posições de topo e agora lutar para entrar nos pontos é diferente, mas o conceito Open é algo que nos ajuda a estar motivados. Senti-me tranquilo na moto e ela funcionou melhor perto do final. Fiz a minha corrida e concentrei-me no que estava a fazer. Mesmo estando a lutar pelo 14º lugar, tratei o duelo como se fosse pela vitória na corrida.”

Tags:
MotoGP, 2015, GRAN PREMIO MOVISTAR DE ARAGÓN, RAC, Eugene Laverty, Aspar MotoGP Team

Outras actualizações que o podem interessar ›

motogp.com
Zarco: “Senti a pressão”

1 ano ago

Zarco: “Senti a pressão”