Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Zarco volta a tentar no Japão

Zarco volta a tentar no Japão

Após o desapontante GP de Aragão, Johann Zarco volta a colocar os olhos no primeiro ceptro de Moto2™ que pode conquistar em Motegi.

Depois de ter falhado a primeira oportunidade, Johann Zarco (Ajo Motorsport) tem agora nova possibilidade de conquistar a coroa de 2015 da Moto2™ em Motegi, no Motul Grande Prémio do Japão.

No último embate em Aragão, o Campeão do Mundo de Moto2™ Tito Rabat (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS) recuperou terreno e manteve acesa a esperança de revalidar o ceptro, mas o gaulês, apesar de ter perdido terreno, está em vantagem para este segundo embate. Com 78 pontos de margem sobre Rabat, Zarco precisa de sair de Motegi com 75 pontos da vantagem para fechar as contas do título.

E como se tal não bastasse como motivação, Zarco estreou-se a vencer precisamente no Grande Prémio do Japão, em 2011, se bem que na Moto2™ o seu melhor resultado no traçado é o quarto lugar de 2014, precisamente atrás de Rabat.

Em contrapartida, o espanhol vem de motivador triunfo e acabou de anunciar a passagem para a categoria rainha em 2016 com a Estrella Galicia 0,0 Marc VDS, o que certamente será altamente motivador. E a verdade é que Rabat também não é de baixar os braços enquanto ainda tem possibilidades de triunfar.

Enquanto isso, Álex Rins (Páginas Amarillas HP 40) já não pode chegar ao título no ano de estreia, mas isso não quer dizer que não tenha palavra a dizer. Depois de ter oferecido grande luta ao compatriota em Aragão, o jovem Rins pode ser decisivo já que poderá roubar importantes pontos a Rabat e Zarco. Contudo, olhando à tabela de pontos, o alvo de Álex deverá ser Rabat, não estivesse o segundo lugar do Campeão do Mundo de Moto2™ a apenas 22 pontos de distância… algo que é matematicamente possível de inverter até ao final do ano.

Já Takaaki Nakagami deverá tentar em casa o segundo pódio da época depois de ter sido terceiro em Misano. O piloto da Idemitsu Honda Team Asia tem como melhor resultado em Motegi o sétimo posto de 2012 e sendo o único nipónica da categoria intermédia deverá claramente contar com o apoio incontestável de todo o público.

Quem vai ficar de fora nesta jornada é Dominique Aegerter (Technomag Racing Interwetten). O suíço foi vítima de incidente com Xavier Simeon (Federal Oil Gresini Moto2) no início da corrida de Aragão, o que levou mesmo a que esta fosse interrompida, e contraiu várias lesões. Apesar de nenhuma deles ser grave, são suficientemente extensas para impedirem a participação na corrida. Uma situação que afecta não só o piloto, mas que também terá influência nos recordes da categoria intermédia, já que o suíço era o único piloto a ter participado em todas as provas da Moto2™ desde a introdução da categoria em 2010.

Tags:
Moto2, 2015, MOTUL GRAND PRIX OF JAPAN

Outras actualizações que o podem interessar ›