Compra de bilhetes
VideoPass purchase

GP do Japão arranca com conferência de imprensa

GP do Japão arranca com conferência de imprensa

O Motul Grande Prémio do Japão arrancou com a tradicional conferência de imprensa de pré-evento desta quinta-feira em Motegi.

A dupla líder da geral da Movistar Yamaha MotoGP, Valentino Rossi e Jorge Lorenzo, Nicky Hayden (Aspar MotoGP Team), o Campeão do Mundo Marc Márquez (Repsol Honda) e o colega de equipa Dani Pedrosa, Andrea Iannone (Ducati Team) e Aleix Espargaró (Team Suzuki Ecstar) foram os pilotos que marcaram presença na conferência de imprensa que marca o início do GP do Japão para falarem com os jornalistas de todo o mundo.

Hayden foi o autor da novidade do dia ao fazer saber que “este será o último ano no MotoGP™. Vou passar para o Mundial de Superbike no próximo ano com a Honda, a Ten Kate Team. Basicamente é isso. Estes dois últimos anos não têm sido bons e não estava em posição para conseguir os resultados que me permitam continuar com uma moto de alto nível no MotoGP™. Estou a ficar um pouco velho, mas continuo a gostar do desporto. Será um novo desafio, uma nova oportunidade para me divertir. É claro que vou sentir falta do MotoGP™, tive uma grande oportunidade aqui e trabalhei com pessoas fantásticas, mas nada dura para sempre e temos de seguir em frente.”

Enquanto isso, Rossi focou-se mais na luta pelo Campeonato que “está muito dura, ainda está tudo em aberto. Agora temos as últimas quatro corridas e teremos os momentos mais difíceis pela frente porque está tudo muito renhido. Mas primeiros temos três corridas seguidas de que gosto muito. No ano passado foi uma boa corrida, mas normalmente o Jorge é muito forte aqui; venceu nos dois últimos anos. Vou dar o máximo e tentar o melhor para terminar no pódio e fazer uma boa corrida como em Aragão, com uma grande batalha.”

Por seu lado, Lorenzo, que está em segundo a 14 pontos do colega de equipa, ainda está a recuperar do pequeno contratempo que teve. “Quando caí no sábado passado fiquei um bocado preocupado porque pensei que podia ser muito pior. Mas os exames mostraram que não era necessário ser operado e isso deixou-me mais tranquilo. Seja como for, sinto algumas dores, mas felizmente isso também tem melhorado. Creio que amanhã estarei melhor e ainda mais no domingo, mas talvez não esteja a 100%.”

Quem também está lesionado é Márquez. “A minha lesão não é muito grave; é diferente da do Jorge porque tenho um osso partido, mas sinto-me bem. Veremos como me sinto amanhã na moto, estou um pouco preocupado com as travagens. Mas vamos tentar ultrapassar isso com uma maneta especial que a equipa está a preparar para a moto. Até rodar não saberei como estou, mas de resto sinto-me bem e preparado; vou voltar a tentar dar o meu melhor.

Enquanto isso, Iannone mostrou-se muito animado. “Estou muito contente com Aragão e o ombro tem melhorado desde então. De momento estou a 70% e isso é importante porque as travagens nesta pista são fortes. Estou muito concentrado. Seja como for, tenho boas recordações desta pista, onde venci já por duas vezes.”

Muito animado mostrou-se Pedrosa. “É bom vir para esta pista, onde já consegui algumas vitórias, depois da última prova que fizemos. É claro que temos de trabalhar arduamente em todos os treinos porque sabemos que as Yamaha estão muito fortes este ano. É uma pista de que gosto e quando se gosta de correr numa pista conseguem-se resultados melhores. Recebi mensagens de muitas pessoas a dizerem-me que devia fazer mais corridas como em Aragão, pelo que espero ter mais um bom fim‑de‑semana.”

Já Espargaró está bem ciente da importância da prova para a sua equipa. “É um fim‑de‑semana importante para a Suzuki. Conheço muitas pessoas importantes da marca que vão estar na corrida depois de três anos de ausência do campeonato, pelo que temos de lhes mostrar que podemos ser competitivos e conseguimos lutar com as melhores marcas. Vamos ter de trabalhar muito.”

Tags:
MotoGP, 2015, MOTUL GRAND PRIX OF JAPAN, Jorge Lorenzo, Aleix Espargaro, Marc Marquez, Valentino Rossi, Dani Pedrosa, Andrea Iannone, Team SUZUKI ECSTAR, Repsol Honda Team, Ducati Team, Movistar Yamaha MotoGP

Outras actualizações que o podem interessar ›