Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Triunfante, Johann Zarco ergue o ceptro da Moto2™

Triunfante, Johann Zarco ergue o ceptro da Moto2™

A época de domínio viu Zarco tornar-se no mais bem sucedido gaulês na história e conquistou o ceptro da Moto2™ a X jornadas do final.

A corrida de Johann Zarco ao título de Campeão do Mundo de Moto2™ de 2015 começou no final de 2014, quando o aclamado manager Aki Ajo começou a construir as bases para uma equipa de Moto2™. Após anos de sucesso na categoria mais baixa, o finlandês colocou os olhos no sucesso na categoria intermédia e precisava de um piloto de talento e com dedicação para dar início à aventura e foi aí que os olhos de Ajo recaíram sobre Johann Zarco. O gaulês tinha mostrado velocidade com a Caterham no ano anterior, garantindo quatro pódios por entre um mar de máquinas Kalex.

Ajo e Zarco já tinham trabalhado juntos nas 125cc, quando Zarco lutou pelo título de 2011 com uma Derbi. Em Valência, a meio de Novembro, tiveram a primeira oportunidade de se reunirem durante um teste e desde logo se viu o potencial da equipa, moto e piloto.

Antes do arranque da temporada ficou claro que o Campeão do Mundo de Moto2™ Tito Rabat seria o homem a bater, mas Sam Lowes, com uma Speed Up, também se destacou como candidato nos testes de Inverno. Com duas das maiores estrelas da Moto3™, Álex Rins e Álex Márquez, também na luta, a disputa pela coroa de 2015 estava destinada a ser grande.

A qualificação no Qatar terminou com Lowes, Zarco e Rabat na primeira linha, mas os três foram tocados pelo azar na primeira corrida do ano; Zarco teve problemas técnicos com a Kalex, não sendo capaz de fazer passagens de caixa nas últimas voltas. Após quase ter embatido no muro das boxes o francês terminou em oitavo, com Jonas Folger a surpreender com a vitória.

O pelotão mudou-se depois para Austin com Zarco e a Ajo Motorsport determinados a esquecer o Qatar. Um sólido segundo lugar atrás do impressionante Lowes trouxe Zarco de volta ao topo da tabela do campeonato.

Na Argentina Zarco finalmente dominou, com a pole position a ser seguida de confortável vitória com 2,5 segundos de margem. Após o embate no Termas de Río Honda a parceria entre a Ajo e Zarco começou a dar ainda mais frutos com ambos a assumirem o comando do Campeonato do Mundo de Moto2™.

A partir deste momento a confiança de Zarco e a vantagem pontual na frente da classificação começaram a crescer e o piloto de Cannes começou a ser imparável. Folger, Luthi e Rabat todos o tentaram travar no regresso do Campeonato à Europa, mas Zarco assinou a segunda vitória após emocionante última volta em Jerez, se bem que em casa, em Le Mans, teve de se contentar com o terceiro posto. Mesmo a tentar minimizar os danos o francês ganhou um pouco mais de vantagem com as falhas dos rivais.

Após Mugello, onde foi segundo, a época de Zarco ganhou vida com vitórias consecutivas em Barcelona e Assen. Tal como na Argentina, Zarco converteu a pole em vitórias em ambas as ocasiões depois de ter anulado grandes diferenças nas últimas voltas e provando que era uma verdadeira ameaça em qualquer altura da corrida. Um sólido segundo lugar na Alemanha permitiu a Zarco ir para a paragem de Verão na liderança do Campeonato.

Indianápolis viu Zarco regressar de imediato à boa forma com mais um segundo lugar. Por esta altura da época Zarco era o favorito ao ceptro e enquanto continuava a apostar em vitórias, começou a considerar a época como um todo. Ele voltou ao mais alto do pódio em Brno – a quarta vez no ano. Em Silverstone e Misano continuou da mesma forma ao dominar as duas corridas para garantir três vitórias consecutivas.

Acabou por ser no Grande Prémio do Japão que Johann Zarco se sagrou Campeão do Mundo de Moto2™ de 2015. Tito Rabat não conseguiu alinhar no GP do Japão devido a lesão, o que acabou por dar o ceptro a Zarco ainda antes da corrida. O gaulês foi oficialmente declarado Campeão do Mundo de Moto2™ de 2015 após a FP1.

Tags:
Moto2, 2015, Johann Zarco, Ajo Motorsport

Acompanhe a história ›

Outras actualizações que o podem interessar ›