Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Rossi: “É melhor levar o Campeonato corrida a corrida”

Rossi: “É melhor levar o Campeonato corrida a corrida”

Com 18 pontos de vantagem no Campeonato do Mundo, Valentino Rossi vai para o Pramac GP da Austrália com espaço para respirar.

Valentino Rossi foi segundo no GP do Japão, atrás de um dominador Dani Pedrosa (Repsol Honda), o que lhe permitiu sair de Motegi com 18 pontos de vantagem sobre o colega de equipa na Movistar Yamaha, Jorge Lorenzo, que se ficou pela terceira posição. O italiano ruma agora a Phillip Island, um traçado onde já venceu por oito vezes, seis delas na categoria rainha. Mas a verdade é que Rossi nem precisa de vencer a prova, bastará voltar a mostra a grande capacidade de adaptação que tem revelado esta época e terminar colado ao espanhol para garantir que sai da Austrália na frente da classificação e ainda com margem para se manter tranquilo até ao final do ano.

Valentino Rossi: “Phillip Island é uma pista muito peculiar. Gosto dela, como a maioria dos pilotos, mas é sempre complicado encontrar a afinação certa e as condições são muitas vezes traiçoeiras, com muito vento e temperaturas frias. Espero bom tempo no fim‑de‑semana, como no ano passado, e vou tentar fazer uma boa corrida para terminar no pódio, à frente do Jorge. Penso que é melhor levar o Campeonato corrida a corrida, concentrar-me em Phillip Island e tentar tirar o máximo partido.”

Tags:
MotoGP, 2015, PRAMAC AUSTRALIAN MOTORCYCLE GRAND PRIX, Valentino Rossi, Movistar Yamaha MotoGP

Outras actualizações que o podem interessar ›