Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Crutchlow: “Tivemos dificuldades com o pneu traseiro”

Crutchlow: “Tivemos dificuldades com o pneu traseiro”

Cal Crutchlow foi sétimo e melhor piloto satélite no muito disputado Pramac Grande Prémio da Austrália de MotoGP™.

Partindo da quinta posição da grelha, Cal Cructchlow, da LCR Honda, fez uma largada muito competitiva no GP de Austrália para dar por si entre os pilotos de fábrica nas primeiras voltas. Desejoso por repetir o pódio de 2012, Crutchlow foi agressivo nas voltas iniciais enquanto tentava manter-se com os quatro primeiros. Infelizmente, eles acabaram por fugir e o britânico teve de passar a defender-se de Maverick Viñales (Team Suzuki Ecstar). Crutchlow acabaria por cruzar a meta em sétimo e a menos de dez segundos do vencedor, mostrando que apesar de um ano difícil ainda é capaz de lutar na frente.

Cal Crutchlow: “É claro que o sétimo lugar não é o resultado que queria, mas não terminámos longe do grupo da frente – terminei no pódio aqui no passado e fiquei a nove segundos. Infelizmente tivemos algumas dificuldades com o pneu traseiro nas últimas dez voltas da corrida; lutei um bocado apesar de ter rodado o mais suave que pude. Contudo, o meu ritmo foi mesmo muito consistente ao longo da corrida, o que me deixa contente; só não fui suficientemente rápido em algumas voltas e acabei por pagar o preço. Mas a equipa fez um grande trabalho, estou contente por ter terminado com um resultado decente e agora temos de olhar para a Malásia.”

Tags:
MotoGP, 2015, PRAMAC AUSTRALIAN MOTORCYCLE GRAND PRIX, RAC, Cal Crutchlow, LCR Honda

Outras actualizações que o podem interessar ›